Foto Robervaldo Rocha/CMM
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A partir de segunda-feira (25/11), as sessões ordinárias da Câmara Municipal de Manaus (CMM) passarão a ser realizadas no auditório Zany dos Reis, no segundo andar do prédio da Casa Legislativa, localizada na Avenida Padre Agostinho Caballero Martin, Santo Antônio, zona Oeste da capital.

Os trabalhos de adequação do local foram concluídos na quinta-feira (21/11). O presidente da CMM, vereador Joelson Silva (PSDB) acompanhou o andamento dos trabalhos e anunciou a retomada das atividades em plenário, quando deverão ser votados projetos importantes, como a Lei Orçamentária Anual (LOA) e a atualização do Plano Plurianual (PPA- 2018 – 2021), que demandam muito tempo de debate.

Joelson Silva ressalta que a mudança não atrapalhou o andamento dos trabalhos legislativos, uma vez que os vereadores realizaram sessões compensatórias dos dias parados para que fosse feita a transferência dos móveis e equipamentos do plenário Adriano Jorge.

“Nós não ficamos de recesso. Realizamos sessões extraordinárias para compensar os dias 18 e 19 de novembro, para que pudéssemos fazer a transferência do plenário para o auditório Zany dos Reis. Então dia 25, nós retomamos os trabalhos com nossas sessões plenárias, sem nenhum prejuízo na análise e votação dos projetos”, disse o presidente da CMM.

De acordo com o Joelson Silva, as obras de reforma e revitalização do plenário Adriano Jorge tiveram que ser iniciadas antes do recesso do final do ano, por conta do prazo necessário à execução projeto. “Nós resolvemos passar esses 25 dias aqui no auditório, porque se fossemos fazer a reforma, apenas no recesso, não teríamos tempo suficiente para que a obra fosse concluída antes de fevereiro de 2020, quando recomeçam os trabalhos legislativos”, afirmou.

A mudança para o auditório Zany dos Reis não vai alterar a transmissão das sessões plenárias pela TV e Rádio Câmara e também pelo Facebook do legislativo, no endereço facebook/cmm oficial.

Reforma do plenário

O projeto de reforma do plenário Adriano Jorge prevê a instalação de duas abas, uma em cada lado, além da instalação de forro do tipo drywall (mais versátil e durável), que servirá para manter o ambiente sempre limpo e devidamente nivelado, preso à laje.

Outra mudança a ser efetuada será no piso, que atualmente é de madeira. O local terá cerâmica e carpetes de nylon antialérgicos, anti-fungos e anti-chamas.

O novo plenário receberá, ainda, a instalação de novas luminárias, que serão embutidas em forro cartonado, com lâmpadas de led, além de pintura e  instalação de placas acústicas nas paredes e forro, para isolamento térmico e acústico.

No miniauditório está prevista a instalação de uma cabine de som e a troca de piso, forro e iluminação. O palco também será rebaixado para uma melhor visualização das reuniões e apresentações.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •