Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

METRÓPOLES – O cantor Belo teve seu cachê bloqueado para quitar uma dívida com o comentarista Denilson. O Tribunal de Justiça de São Paulo bateu o martelo e o músico depositará R$ 74,3 mil (valor de seu cachê) para o ex-amigo em consequência de uma ação movida pelo próprio Belo contra Denilson em 2017.

Na época, o marido de Gracyanne Barbosa processou o ex-jogador por se sentir ofendido pelas redes sociais. No processo por dano moral, Belo alegrou que Denilson manchou sua imagem ao cobrar uma dívida financeira na web.

Contudo, a Justiça negou o pedido do pagodeiro e afirmou que Denilson não cometeu nenhum erro. A ação promovida por Belo tinha o valor de R$ 500 mil, de acordo com o portal UOL.

Após perder o processo, ele precisou arcar com custos processuais, fixados em 10% do valor da ação. Assim, teria de pagar R$ 50 mil em decorrência dessa quantia. Com multas e correções, o valor ficou em R$ 74,3 mil.

Ainda segundo o UOL, Belo contestou a penhora do cachê; ele justificou que o valor não pode ser retirado dele por ser considerado um salário. A Justiça, porém, afirmou que o músico “participa de vários eventos artísticos, e não foram penhorados seus rendimentos em todos os eventos, mas apenas naqueles indicados pelo exequente”.

A cobrança pelas redes sociais protagonizada por Denilson é referente a um processo de quase 20 anos. Em 2000, o ex-jogador moveu uma ação contra o cantor por quebra de contrato.

Empresário da banda Soweto na época, Denilson foi surpreendido com a demissão do então amigo. O ex-atleta ganhou a ação em 2004, mas ainda não recebeu indenização. Belo deve ao ex-colega mais de R$ 5 milhões.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •