Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Para Betty Faria, o Brasil não se tornou um país do futuro. Durante o programa Conversa com Bial, exibido pela TV Globo na terça-feira (14/7), a atriz de 79 anos desabafou sobre as divergências políticas no país em meio à pandemia de coronavírus.

“A amizade, a fraternidade e o respeito são coisas que sinto tanta falta agora. Se você dá uma opinião em uma rede social, vem tanta gente lhe agredir e dizer coisas pesadas. O Brasil está tão dividido, tão estranho. Eu desconheço esse Brasil”, disse.

“Espero que isso passe logo e que as pessoas voltem a se respeitar, sem essa paranoia de ‘comunista’, ‘direita’ ou ‘esquerda’”, completou a eterna Tieta.

Para Betty, o futuro chegou ao Brasil, mas não a deixou orgulhosa. “O brasileiro está precisando de solidariedade e humanidade. São esses os valores que o brasileiro está precisando, porque isso tudo o que está acontecendo não é normal. É preciso ter uma reeducação moral e cívica”, declarou. (Metrópoles)


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •