Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O Boi Caprichoso encerra a temporada de ensaios com o tradicional Boi de Rua na próxima quarta-feira, 25. Sob as bênçãos de Nossa Senhora do Carmo, o trajeto da passeata azulada começa na Praça da Catedral de Parintins e segue pela Rua Cordovil, reduto tradicional, até chegar ao Bumbódromo, onde haverá passagem de som.

Para o coordenador de eventos do Caprichoso, Leaufran Barbosa, o Boi de Rua é o momento em que o torcedor azulado pode extravasar o amor azul e dará a energia necessária para as três noites de disputa na arena. “O Boi de Rua é a manifestação mais genuína ao Caprichoso. Fazer esse evento dois dias antes do festival será uma amostra do que nossa galera fará na arena”, afirma Barbosa.

O presidente do Conselho de Artes e vice-presidente do Boi Caprichoso, Rossy Amoedo, assegura que o Boi de Rua serve para unir cada vez mais a nação azulada rumo ao título do festival. “Nossa galera é fantástica. No Boi de Rua, sentimos o calor que vem desse povo que ama o Caprichoso e que é o combustível do Caprichoso. É assim que seguiremos rumo à vitória”, ressalta Rossy.

Marujada de Guerra

A Marujada de Guerra, item tetracampeão do festival, será a grande homenageada no último ensaio temático de 2014. No dia 24 de junho, marujeiros de Parintins e Manaus se encontram no palco do curral Zeca Xibelão para entoar as melhores toadas do festival. Para o regente da Marujada de Guerra, Jonédson Ramos, o Baleinha, a noite será uma grande confraternização do Boi Caprichoso. “A Marujada de Guerra está preparada, há muito tempo, para o festival. Dia 24 será uma festa para coroar o trabalho que realizamos em 2014, pois não considero um ensaio. É uma honra ter o privilégio de receber a homenagem da diretoria”, afirma Baleinha.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •