VALDENIO VIEIRA/PR
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) voltou a provocar aglomeração durante visita à cidade de Pariquera-Açu, no Vale do Ribeira (SP), região onde passou a infância.

Na chegada à cidade, na manhã desta quinta-feira (3/9), Bolsonaro foi recebido por apoiadores, muitos deles sem máscara, que se juntaram à grade de contenção para tentar abraçar e tirar fotos antes e depois da cerimônia. Imagens das aglomerações foram divulgadas pelo chefe do Executivon as redes sociais.

A pequena cidade, com cerca de 19 mil habitantes, já registrou 520 casos do novo coronavírus e está na fase laranja do protocolo de combate à Covid-19 do Estado de São Paulo. Eventos como os que Bolsonaro participou estão proibidos de ocorrer na região, pois a norma editada pelo governo estadual determina que convenções só podem ser realizadas após 28 dias seguidos na fase 3, a amarela.

O objetivo da visita era o anúncio da construção de uma ponte sobre o rio Pariquera-Açu, mas nenhuma das autoridades presentes deu detalhes sobre as obras ou quando elas teriam início. A ponte receberá um aporte federal de R$ 14,3 milhões e foi idealizada como forma de desafogar o trânsito na cidade.

Em plena pandemia, apoiadores de Bolsonaro têm se aglomerado por onde a comitiva presidencial passa, na tentativa de conseguir uma foto com o chefe do Executivo.

Desde que ser recuperou da Covid-19, no fim de julho, o ex-capitão do Exército adotou uma intensa agenda de viagens pelo Brasil. O presidente já passou por vários estados, em todas as regiões do país. Com informações de Metrópoles.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •