Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O secretário especial da Previdência e Trabalho, Rogério Marinho, demitiu o presidente do INSS, Renato Vieira. O atual secretário de Previdência, Leonardo Rolim, será o substituto e terá de comandar a crise da fila com quase 2 milhões de pedidos represados.

O anúncio foi feito pelo Ministério da Economia, comandado por Paulo Guedes. “Ele consolidou sua disposição de sair do INSS a pedido. Foi uma conversa amadurecida ao longo dos últimos 15 dias”, afirmou Rogério Marinho.

No último dia 10 de janeiro, o então presidente do INSS Renato Vieira afirmou que os problemas com as filas do INSS só seriam resolvidos em seis meses. O governo chegou a anunciar a convocação de militares da reserva, gerando críticas, por serem pessoas pouco familiarizadas com o trabalho.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •