Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O presidente Jair Messias Bolsonaro, homenageado na terça-feira, 26, em Manaus pela Igreja Assembleia de Deus com o “culto de gratidão a Deus e a vida do presidente”, chamou a atenção da seleta plateia com uma revelação surpreendente.

Disse o presidente ter sido alertado pela ministra da Agricultura, Tereza Cristina Corrêa da Costa Dias, sobre a existência de um decreto que proibia o plantio de cana-de-açúcar no Amazonas.

Mesmo com a preocupação de possíveis desgastes apontado pela ministra, Bolsonaro disse que dia no dia 5 deste mês o decreto foi revogado.

A medida do presidente contou com o apoio, do deputado Josué Neto (PSD), que foi elogiado por Jair Bolsonaro, no culto realizado na terça, no Centro de Convenções Canaã, situado na Avenida Rodrigo Otávio e nesta quarta-feira (27), na abertura da FesPin (I Feira de Sustentabilidade do Polo Industrial de Manaus).

Com a revogação do decreto 6.961, de 2009, o deputado Josué Neto, disse que aposta na criação de novas oportunidades de emprego.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •