Em menos de 15 dias, Braga viabilizou mais de R$ 30 milhões de recursos federais para atenção básica e importantes instituições do Estado
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O senador Eduardo Braga (MDB/AM) viabilizou a liberação, na terça-feira (12/05),  de mais de R$ 18 milhões para investimentos nos serviços de saúde da capital Manaus, de mais 45 municípios (confira a relação de contemplados abaixo) e de três importantes instituições do Estado: o Laboratório Central de Saúde Pública do Amazonas (Lacen-AM) ; a Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCecon) e a Fundação de Medicina Tropical Heitor Vieira Dourado (FMT/HVD). As duas primeiras contarão, cada uma, com R$ 2 milhões. A FMT/HVD, com R$ 1 milhão.

Proveniente de emendas impositivas (de execução obrigatória) apresentadas por Eduardo ao Orçamento da União, o recurso seria antes direcionado para obras de infraestrutura. Com o avanço da pandemia da Covid-19 no Amazonas, o parlamentar decidiu remanejá-lo para a rede pública de atendimento. “A prioridade é salvar vidas. Todos os nossos esforços estão voltados nessa direção”, disse.

O montante liberado esta semana se soma a mais R$ 13,4 milhões obtidos pelo senador, no fim de abril, para garantir os serviços de saúde de 49 municípios amazonenses. Em menos de 15 dias, Eduardo conseguiu destravar mais de R$ 30 milhões para o Estado.

Unidade responsável por processar diariamente mais de 700 exames de diagnóstico da Covid-19 no Amazonas,  num regime de trabalho de 24 horas, o Lacen-AM aplicará o recurso numa reforma para assegurar as instalações adequadas ao laboratório de diagnóstico molecular e na compra de um pipetador automático, equipamento para acelerar a liberação dos exames. “Isso vai agilizar muito a etapa do processo de extração do DNA dos vírus, reduzindo o tempo de processamento de quatro horas para uma hora”, explicou a diretora-presidente da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS-AM), Rosemary Costa.

Centro de referência no tratamento do câncer na região Norte, a FCecon investirá os R$ 2 milhões recebidos na proteção de pacientes, acompanhantes e servidores, como a aquisição de mais Equipamentos de Proteção Individual (EPIs). “Vamos usar esse recurso para redobrar os cuidados que já tomávamos antes da pandemia da Covid-19”, afirmou o diretor-presidente Gerson Mourão, que destacou a série de procedimentos já adotados para evitar o risco de contágio do novo coronavírus na instituição.

Entre eles, a distribuição de máscaras e álcool líquido 70% a quem chega à unidade hospitalar e a triagem para detecção de sintomas gripais antes de consultas e procedimentos ambulatoriais. Os pacientes com sintomas de gripe, como febre, são encaminhados para o serviço de Urgência da FCecon para averiguação. Já os acompanhantes que apresentam essas condições são orientados a procurarem atendimento na Unidade Básica de Saúde (UBS) mais próxima.

Gestão e controle – Manaquiri poderá contar com R$ 300 mil. A verba, de acordo com o prefeito Jair Souto, vai reforçar o trabalho de gestão da saúde e de controle sanitário para combater a enfermidade, que é mantido pelo caixa do próprio município e por meio das emendas viabilizadas por Eduardo.

“Esse recurso vem nos ajudar a manter o custeio da saúde. Embora não seja responsabilidade da prefeitura, mas do Governo do Estado, estamos contratando e pagando funcionários, como um médico intensivista, para atendermos a população. Além disso, adquirindo EPIs”, disse o chefe do Executivo local, que tem conseguido conscientizar os cidadãos quanto aos riscos da Covid-19. “Pelo menos 95% dos que vão às ruas da cidade já usam máscaras de proteção”, declarou Souto.

Municípios contemplados  – Recursos para Saúde

1 – Atalaia do Norte

2 – Autazes

3 – Barcelos

4 – Barreirinha

5 – Benjamin Constant

6 – Borba

7- Canutama

8- Carauari

9 – Careiro Castanho

10 – Careiro da Várzea

11 – Coari

12 – Codajás

13 -Eirunepé

14 – Envira

15 – Guajará

16 – Ipixuna

17 – Itacoatiara

18 – Itamarati

19- Itapiranga

20 – Japurá

21 – Juruá

22 – Jutaí

23 – Lábrea

24 – Manacapuru

25 – Manaquiri

26 – Manaus

27 – Maraã

28 – Maués

29 – Nova Olinda do Norte

30 – Novo Airão

31 – Novo Aripuanã

32 – Parintins

33 – Pauini

34 – Rio Preto da Eva

35 – Santa Isabel do Rio Negro

36 – Santo Antônio do Içá

37 – São Gabriel da Cachoeira

38 – São Paulo de Olivença

39 – São Sebastião do Uatumã

40 – Silves

41 – Tabatinga

42 – Tapauá

43 – Tefé

44 – Tonantins

45 – Urucará

46 – Urucurituba


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •