Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O Brusque é campeão inédito da Série D do Campeonato Brasileiro. Depois do empate em 2 a 2 no primeiro jogo,o Quadricolor repetiu o placar contra o Manaus domingo (18), na Arena da Amazônia, em Manaus, e levou a disputa para os pênaltis. Nas cobranças, a equipe catarinense acertou todas, enquanto Márcio Passos errou para o Gavião. Com a bola rolando, Júnior Pirambu e Thiago Alagoano marcaram para os visitantes, enquanto Sávio e Evair fizeram para os mandantes. A conquista da quarta divisão nacional é a primeira do futebol de Santa Catarina.

A partida, que bateu recorde de público na Arena da Amazônia, começou emocionante. Com apenas dois minutos de jogo, o Brusque conseguiu tirar o zero do placar. Thiago Alagoano cobrou falta na pequena área e Júnior Pirambu aproveitou a falha da defesa para abrir o marcador. Contudo, o Manaus chegou ao empate apenas cinco minutos depois. Panda levantou na área, Derlan escorou de cabeça e Sávio completou para o gol, levando o 1 a 1 para o intervalo.

No começo do segundo tempo, as duas equipes fizeram um jogo devagar. Até que, aos 13 minutos da etapa complementar, Mateus Oliveira recebeu o cruzamento após cobrança de escanteio de Evair e mandou de cabeça para o fundo das redes, colocando os donos da casa na frente. Porém, faltando menos de dez minutos para o final do tempo regulamentar, Thiago Alagoano foi lançado na área e deixou tudo igual novamente. Com o resultado, a decisão foi para a disputa de pênaltis.

Ambas as equipes converteram os cinco primeiros chutes, exigindo as cobranças alternadas. Então, Márcio Passos mandou por cima do gol e deixou o troféu nos pés do goleiro Zé Carlos, que não titubeou e marcou o tento do título inédito.

Apesar da derrota, o Manaus está garantido na Série C do Brasileirão na próxima temporada. Além dos dois finalistas, Ituano e Jacuipense, que foram eliminados nas semifinais, também conquistaram o acesso.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •