Foto: Cleudilon Passarinho
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A Secretaria de Estado de Educação e Desporto encerra, no domingo (28/06), o processo de busca ativa aos alunos que ainda não receberam os kits do programa “Merenda em Casa”. Até a última semana, mais de 10 mil alunos matriculados na rede estadual atualizaram seus endereços e telefones e puderam ter acesso ao benefício do Governo do Amazonas.

Os estudantes que não receberam o kit devem acessar o http://cadastro.seduc.am.gov.br/. Os alunos pendentes foram incluídos no banco de dados com pendências e poderão atualizar as informações utilizando o número de matrícula no Sistema Integrado de Gestão Educacional do Amazonas (Sigeam) e a data de nascimento.

Nesta fase final, quem ainda não recebeu o benefício dispõe de algumas opções, são elas: atualizar o cadastro no banco de dados, fazer contato telefônico com a Central de Atendimento do programa ou ligar diretamente para a escola em que o estudante está matriculado.

A Central de Atendimento também trabalha desde o início do “Merenda em Casa” para localizar os alunos pendentes através dos números (92) 98400-5142 (WhatsApp) e 0800-046-4632 (telefone). Com o código de matrícula, nome da escola e telefone, será possível atualizar os dados e agendar o recebimento.

Outro canal que ajuda a identificação e agendamento do recebimento é o contato telefônico diretamente com a unidade de ensino. No site da Secretaria de Educação, constam os telefones atualizados das 234 escolas de Manaus. Para identificar o telefone da unidade, basta acessar www.educacao.am.gov.br e clicar no banner “Escolas de Manaus”. Ao fazer o contato com a escola, os pais, responsáveis ou estudantes maiores de idade poderão se identificar e receber orientações sobre o procedimento de entrega.

Posto avançado – Desde o dia 15 deste mês, a secretaria transformou a Escola Estadual Nathalia Uchoa em posto avançado de entrega, local de onde sairão todas as cestas que, por algum motivo, não foram entregues aos seus destinatários.

De acordo com o gerente de Transportes da Secretaria de Educação, Gabriel Nery, esse trabalho é justamente para localizar aqueles alunos que tiveram problemas no cadastro. “Nós organizamos equipes para realizar a busca ativa de pais e responsáveis com o intuito de conseguir cumprir 100% das entregas na capital”, explicou.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •