Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Uma campanha lançada quarta-feira (2) pretende alertar e conscientizar empresas, líderes globais, consumidores e investidores para que se desvinculem do presidente Jair Bolsonaro, para evitar o desmatamento na Amazônia. A “Defund Bolsonaro”, tem como peça principal um vídeo narrado com a voz de uma criança que pergunta “Você está sentindo o cheiro de fumaça?” A Amazônia está queimando. De novo”.

No Brasil, o vídeo começou a ser divulgado pela Associação dos Povos Indígenas do Brasil  (Apib). A campanha também tem um site em três línguas: espanhol, francês e inglês. O texto de apresentação do site diz que “Jair Bolsonaro pode ser o presidente do Brasil, mas o que ele está fazendo com a Amazônia afeta o nosso futuro planetário”.

Em outro ponto, o texto justifica que o intuito da campanha é “conectar a destruição atual e sem precedentes na Amazônia com as grandes marcas que compram suprimentos dos incendiários florestais e revendem aos consumidores sem o seu conhecimento”.

A iniciativa reúne entidades de defesa do meio ambiente no país, como a Apib, 324 Amazônia, Mídia Índia e Observatório do Clima. Ela oferece cartazes de apoio com os rostos do vice-presidente Hamilton Mourão, o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, e do presidente Bolsonaro.  Há também links de apoio e a petição “Todos pela Amazônia” para ser assinada. (Congresso em Foco)


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •