Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O deputado federal e pré-candidato à Prefeitura de Manaus, Capitão Alberto Neto (Republicanos), inova em sua primeira reunião com moradores e líderes comunitários, realizada na noite da última sexta-feira, 07, na Comunidade São Lucas II, localizada no bairro do São José, ao ter intérpretes da Linguagem Brasileira de Sinais (Libras), para integrar a comunidade surda no processo democrático.

O ator, pedagogo e técnico do Tribunal de Contas do Estado, Diones Oliveira de Araújo, aproveitou a ocasião para falar sobre a importância da comunicação em Libras e aproveitou para perguntar sobre o projeto para a comunidade surda.

“Eu queria falar para o capitão sobre os surdos, nós temos nossas limitações, porém é importante demais a comunicação. Hoje temos uma intérprete aqui, mas não é em tudo lugar e com isso sentimos uma grande dificuldade, como o senhor poderia nos ajudar com relação a essa comunicação nos lugares públicos?”, indagou.

“Cada posto de saúde terá um profissional fluente em Libras para dar acesso aos surdos, essa propositura já está no meu plano de governo”, concluiu Neto.

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Brasil possui cerca de 9,8 milhões de surdos e no Amazonas há aproximadamente 150 mil, por isso um dos projetos do Capitão Alberto Neto é destacar a comunicação a estas pessoas em locais públicos, contendo pelo menos um profissional capacitado na tradução da Linguagem de Sinais.

A Zona Leste abraça a pré-campanha

Cerca de cem pessoas estiveram presentes na reunião. Para a dona de casa e moradora do João Paulo II, Marcela Capobiango Siqueira, a confiança de quem faz a diferença no Plenário Federal não será diferente na capital amazonense.

“Eu estou com o capitão Alberto Neto, porque ele me passou credibilidade e está fazendo muito pelo direito da mulher em Brasília, creio que ele fará uma grande prefeitura, melhor para todos nós”, disse.

Na reunião os moradores tiveram oportunidade de fazer perguntas ao Capitão, e a senhora Maria Aldete Rego Martins, moradora da zona leste desde 1983, aproveitou para perguntar sobre projetos na área da saúde e em resposta a esta Alberto Neto ressaltou a importância da saúde primária.

“A casinha da saúde precisa ser reestruturada com agentes, médicos e dentistas, temos que realizar concursos para contratar novos e treinar os que já estão no quadro, dessa forma poderemos fazer a prevenção e levar para os bairros de Manaus o que não têm”, concluiu.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •