Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A gravação ao vivo do CD e DVD Tawápayêra do Boi Caprichoso, que começou na noite de sábado e se estendeu até a madrugada deste domingo foi um pouco do que o azul e branco vai levar para a arena em junho no Festival Folclórico de Parintins. A cidade parou para ir ao curral Zeca Xibelão que ficou pequeno para os torcedores apaixonados pelo touro negro que conseguiu meses depois de perder o centenário mostrar que não se abateu e está pronto para vencer o Garantido na arena.

O evento levou ao Curral Zeca Xibelão, uma multidão de pessoas e recebeu ainda de Manaus muitos visitantes entre, como a primeira dama, Goreth Garcia, o deputado estadual Arthur Bisneto, que representou seu pai o prefeito de Manaus Arthur Neto, o presidente da Assembleia Legislativa do Estado, Josué Neto, que receberam das mãos do presidente Joilto Azedo e do vice Rossy Amoêdo, o título de sócio proprietário.

A rainha do folclore Brena Dianná, a porta estandarte Rayssa Tupinambá e o levantador de toadas David Assayag, também receberam o título de sócio proprietário. “Agora sou sócio e nunca mais vou sair daqui”, disparou o imperador, levando a galera azul e branca ao delírio.

A festa começou com um ritual que trouxe do ar o pajé Waldir Santana, que em sua apresentação levou o público ao delírio que não parou nas duas horas e meia de gravação.

A entrada do amo do boi, Júnior Paulain, que estreia este e chegada do boi Caprichoso, agitou ainda mais a galera que cantava a toada Ritmo de Boi, principalmente no refrão É só vestir essa camisa e vem com a gente balançar Isso aqui tá muito bom Quem quiser vem conhecer Boi bumbá é o nosso som Qualquer um pode aprender”.

Para o presidente Joilto Azedo e o vice, Rossy Amoêdo, a gravação ao vivo foi apenas um ponta pé inicial de uma batalha que terminará com o título do Caprichoso no festival folclórico em junho.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •