Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Na manhã de quinta-feira, 8/8, a Prefeitura de Manaus reservou momentos de muita diversão para as crianças do Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei) Dalva Maria, na zonal Sul. Os alunos foram levados, junto com seus responsáveis, para o Parque Municipal Cidade da Criança, onde participaram das atividades desenvolvidas pela Caravana da Educação Infantil e receberam livros doados pela Fundação Itaú Cultural.

Na ação, os vilões Thanos e Loki tentavam “roubar” os livros recebidos pela escola, enquanto os heróis dos Vingadores se uniram aos alunos, pais e professores para salvar os livros e redimir os vilões a partir da leitura.

Os livros doados alcançarão mais de mil estudantes da rede municipal que estudam em 10 unidades de ensino. Além disso, a ação faz parte do projeto “Comunidade de Aprendizagem: Formando Educadores da Infância e famílias na perspectiva da Educação Integral”, desenvolvido na Secretaria Municipal de Educação (Semed) desde o início do ano.

De acordo com o chefe da Divisão de Educação Infantil, Alexandre Romano, o programa visa fomentar o desenvolvimento integral da criança a partir das leituras e do acompanhamento pela escola e família.

“O trabalho que a caravana leva pode ser chamado ‘assessoramento em serviço’, porque mostra para a sociedade e para os professores das nossas unidades de educação que as interações, por meio de brincadeiras, fazem parte do desenvolvimento das crianças. Através da fantasia a gente entra no mundo da criança e faz com que ela se desenvolva”, acrescentou Romano.

A gestora da unidade, Lucienne Costa, ressaltou que essas ações fortalecem o elo entre a família e as escolas, o que é, inclusive, tema do ano letivo municipal deste ano. “Hoje é o dia da família na escola, a gente desenvolve diversas ações durante o ano. Organizamos esse dia onde os pais pudessem participar da entrega dos livros e as crianças através dos contos e da imaginação e foi tudo muito proveitoso”, comentou.

A gestora também contou que a escola possui um projeto piloto intitulado “Mala Viajante” e que os livros recebidos nesta quinta-feira vão auxiliar no trabalho do engajamento familiar em leitura.

Uma das mães que mais interagiu com a turma da caravana e com os professores da escola foi a pedagoga Carina Fontenelle, mãe de Wanderlei e Ester Hadassa Fontenelle, 7 e 6 anos respectivamente. Para ela, essa aproximação é fundamental para o desenvolvimento das crianças.

“A família tem que estar inserida na vida escolar durante toda a vida acadêmica da criança, por isso esse evento é muito importante, porque as crianças gostam de super-heróis. Eu trabalho a leitura diariamente e tenho minha estante de livros, e como os filhos se espelham nos pais, os meus filhos têm a própria biblioteca deles também”, finalizou.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •