Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

OSantos entra em campo neste domingo 08/12 para buscar, na 38ª e última rodada, a segunda colocação do Campeonato Brasileiro. Mas para isso precisará vencer justamente o campeão, o Flamengo, na Vila Belmiro. Para o meia uruguaio Carlos Sanchez, o duelo contra os também ganhadores da Copa Libertadores tem um sabor especial para os jogadores santistas.

“Tem sabor especial de enfrentar o campeão. Temos que pensar sempre em ganhar, eles sendo os campeões ou não. O Santos é caracterizado por ganhar em qualquer lugar. A nossa ideia fixa é ganhar sem pensar no adversário. Obviamente há o sabor especial por ser um jogo contra o campeão da Libertadores e Brasileiro, mas temos a mesma motivação de sair para ganhar”, disse Sanchez, em entrevista coletiva no CT Rei Pelé.

A partida contra o Flamengo pode ser a última do Santos sob o comando do técnico argentino Jorge Sampaoli, que é especulado para trabalhar no Palmeiras na próxima temporada. O uruguaio revelou que o treinador não comentou com o elenco se permanecerá ou deixará a equipe, mas comentou que os jogadores não têm que se preocupar com o que será decidido.

“Ele não falou nada com a gente, nem se despediu. É como ele fala, acabando o campeonato vai pensar no que fazer. Nós não temos que nos preocupar tanto com o futuro dele. Não podemos falar se fica. É decisão dele. Temos o campeão pela frente, em grande momento. Nossa preocupação tem que ser em terminar ano bem na nossa casa”, afirmou.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •