Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A unidade móvel de atendimento da Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais (ADRA) completou na sexta-feira, 26, quatro anos de trabalho, alcançando a marca de 20 mil pessoas assistidas. Criada para atender comunidades afetadas por desastres, atendeu vítimas de tragédias como a de Brumadinho, em Minas Gerais, nos deslizamentos de terra em São Paulo e no apoio ao combate ao coronavírus.

Ao longo desse período, a carreta passou por mais de 40 cidades brasileiras, serviu mais de 107 mil refeições e lavou 112 toneladas de roupas.

“A carreta da ADRA Brasil foi criada com o intuito de levar alívio em meio ao sofrimento. Desastres naturais são comuns no Brasil, e em meio ao desespero de ter perdido tudo, os serviços oferecidos garantem o básico para aqueles que foram afetados: alimento, higiene e assistência psicossocial”, sublinha o pastor Fábio Salles, diretor da ADRA Brasil.

“Em meio à pandemia, com o incremento de pobreza e desemprego, nossa carreta continua garantindo o essencial para manter a dignidade das famílias brasileiras mais humildes. Amor que move é o slogan da carreta; com justiça, compaixão e amor”, complementa Salles.

Conheça mais sobre a carreta:

O caminhão adaptado tem, aproximadamente, 45 m² de área útil e está dividido em três compartimentos destinados, cada um, a atender às principais necessidades da população afetada: o primeiro é usado para o preparo de alimentação quente, com capacidade para até 1.500 refeições por turno; o segundo é destinado para a lavagem e secagem de roupas, com capacidade de entregar até 360 quilos de roupa limpa por dia; e o terceiro para a realização de apoio psicológico.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •