Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

No momento em que a MLS retoma sua temporada nos estádios, o Chicago Fire informou, na última sexta-feira ,que um de seus jogadores está infectado com coronavírus.

“Todos os outros jogadores e membros do clube tiveram resultados negativos consecutivos e não apresentaram sintomas”, disse a franquia de Chicago em um comunicado.

A equipe disse que o jogador infectado está assintomático e não viajou com seus companheiros para Columbus, Ohio, onde na quinta-feira o Chicago Fire perdeu por 3 a 0 para o Columbus Crew em seu retorno à temporada regular da MLS.

“Como resultado deste teste positivo confirmado, o Fire vai agora iniciar os testes diários de todo o time titular e dos funcionários do futebol”, disse a franquia, na qual jogam o costarriquenho Francisco Calvo e o espanhol Álvaro Medran.

A MLS suspendeu sua temporada em março devido à pandemia de coronavírus com apenas duas partidas disputadas. Em julho, a liga retomou as atividades com o torneio ‘MLS is Back’, disputado com portões fechados na Disney World, em Orlando, do qual duas equipes, FC Dallas e Nashville SC, não puderam participar devido ao contágio de covid-19 de cerca de vinte jogadores.

Após a final da ‘MLS is Back’ em 11 de agosto, a liga retomou a temporada regular em jogos disputados nos estádios dos times, a maioria sem espectadores.

Nas partidas de sexta-feira, o Sporting Kansas City derrotou o Minnesota United (2-1) e o Toronto FC derrotou o Vancouver Whitecaps (1-0), enquanto os duelos entre FC Cincinnati-DC United e Houston Dynamo-FC Dallas terminaram empatados em 0 a 0. (Agência Brasil)


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •