Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O feriado da Pátria terá duas estreias no Cine Casarão nesta semana. “O Bar Luva Dourada”, do premiado diretor Fatih Akin; e “O Corpo é Nosso”, de Theresa Jessouroun, são os filmes que vão movimentar a sala de exibição, localizada no Casarão de Ideias (rua barroso, 279, Cento). Os ingressos custam R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia).

“O Bar Luva Dourada”, com o qual o autor de “Em pedaços” (2017) resgata a figura de Fritz Honka, serial killer que assombrou a cidade natal do realizador nos anos 1970, chega aos cinemas brasileiros nesta quinta-feira após impressionar o Festival de Berlim, em fevereiro.

Na década de 70, os habitantes da cidade de Hamburgo sofrem quando os jornais começam a noticiar o desaparecimento sucessivo de vários cidadãos seguindo um padrão específico. Começa então uma das mais complexas investigações de assassinatos em série que o local já havia presenciado até o momento.

“O Bar Luva Dourada” está em exibição na quinta-feira (5) às 18h30, sexta-feira (6) às 20h30, sábado (7) às 16h30 e no domingo (8) às 17h.

Já em “O Corpo é Nosso estrelado pelos atores Oscar Magrini e Renato Góes, traz a temática feminista que retrata a história da liberação do corpo da mulher brasileira em meio ao machismo estrutural da sociedade.

Premiado, o longa foi vencedor na categoria Melhor Edição de Som no Cine Pernambuco deste ano. E também foi exibido na Mostra Competitiva do Festival Internacional Porto Femme, em Portugal, e do Durban Int’l Film Festival, na África do Sul.

O filme mescla entrevistas, cenas ficcionais e imagens de arquivo que ilustram os fatores que contribuíram para esta liberação e propõe uma discussão sobre o feminismo através da desconstrução do masculino.

O abismo existente entre a trajetória da desconstrução do corpo da mulher negra como objeto e da mulher branca ainda é real. Este documentário traz à tona grande parte da questão da liberdade do corpo feminino, seja na música, dança ou na sexualidade, relacionada a desconstrução da visão de masculinidade a partir do feminismo.

“O Corpo é Nosso” fica em exibição na quinta-feira (5) às 20h30, sexta-feira (6) às 16h30, sábado (7) às 18h30 e no domingo (8) às 19h.

Em cartaz

“Deslembro”, dirigido por Flavia Castro fala sobre a necessidade de cultivar a memória, para que gerações futuras não sofram com a falta de respostas e evitem repetir erros do passado. O Rio de Janeiro não é nada familiar para Joana (Jeanne Boudier), adolescente que teve o pai

refém como prisioneiro político durante os anos de ditadura no Brasil. Ela passou quase toda a sua vida em Paris, cidade onde o resto de sua família se exilou. Tendo sido decretada a Lei da Anistia, a menina agora está, a contragosto, de volta a sua cidade natal. As memórias amargas de tempos difíceis vêm à tona, causando um forte desconforto.

O longa será exibido na quinta-feira (5) às 16h30, sexta-feira (6) às 18h30 e no sábado (7) às 20h30.

SERVIÇO:

“Cine Casarão”

Onde: Casarão de Idéias (Rua Barroso, 279, Centro)

Quando: Quinta-feira a Sábado

Quanto: R$ 10 (inteira), R$ 5 (meia)


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •