Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

No terceiro jogo que classificou a seleção brasileira para as oitavas de final da Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014, o Governo do Amazonas e a Prefeitura de Manaus, por meio do Centro Integrado de Operações Conjuntas da Saúde (CIOCS-Manaus), contabilizaram até as 19h45 desta segunda-feira, 23, o total de 43 ocorrências nos serviços de saúde monitorados. O Posto Médico Avançado (PMA Ponta Negra) registrou o maior número de ocorrências e, embora a faixa-etária dos atendidos tenha ficado entre 20 e 39 anos, pela primeira vez o número de mulheres atendidas superou o de homens.

Nos hospitais públicos e particulares foram realizados 21 atendimentos. Desses, 15 em hospitais públicos, sendo oito clínicos e sete traumas (Hospitais Dr Platão e 28 de Agosto lideraram os atendimentos). Nas unidades privadas foram seis atendimentos clínicos (Hospital Unimed recebeu a maioria das ocorrências). As principais causas clínicas foram vertigens, dor abdominal, febre e hipertensão, além de traumas por quedas e queimaduras com fogos de artifícios.

Na Fan Fest da Ponta Negra, que recebeu público de 47 mil pessoas, o PMA Ponta Negra realizou 18 atendimentos, sendo 15 clínicos (mal estar, cefaleia e febre) e três traumas, com uma remoção (acidente leve).

Já o PMA da Avenida Itaúba, que registrou público de mais de cinco mil pessoas, realizou quatro atendimentos clínicos (mal estar, vômitos e hipertensão).

O perfil de pacientes atendidos nas unidades monitoradas, nesta segunda-feira, 23, corresponde a pessoas na faixa etária de 20 a 39 anos, sendo cerca de 70% espectadores dos eventos, 18% trabalhadores e voluntários e 12% policiais e seguranças. Segundo os registros, 55% foram mulheres e 45% homens. Seis ocorrências com estrangeiros foram realizadas com quadros clínicos sem gravidade. Todos foram atendidos e liberados após a avaliação médica.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •