Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Brasília – A Colômbia venceu mais uma pelo Grupo C da Copa do Mundo, desta vez, no Mané Garrincha, em Brasília. Nesta quinta-feira (19), os sul-americanos bateram a Costa do Marfim por 2×1. Rodriguez e Quintero marcaram para a Colômbia, enquanto Gervinho, num lindo gol, marcou para os marfinenses. A Colômbia chegou aos seis pontos, deixando a Costa do Marfim com três. Japão e Grécia, que se enfrentam amanhã, não somaram ponto até o momento.

Aos cinco minutos, a primeira chance de gol do jogo. Cuadrado recebeu na área, pela direita e tocou para Gutierrez, que pegou mascado na bola e mandou à direita do gol marfinense. A resposta africana veio aos 10, pelo alto, em um cruzamento vindo da esquerda que Yaya Touré conseguiu cabecear, mas a bola bateu na zaga colombiana e foi afastada antes de chegar ao gol de Ospina.

A Colômbia buscava tocar a bola com rapidez no meio-campo, mas a Costa do Marfim fazia uma marcação acirrada e muito faltosa. Aos 24, Yaya Touré percebeu a chegada de Tioté e fez o passe, mas o chute do marfinense saiu muito alto, por cima do gol. A melhor oportunidade de marcar surgiu aos 27 minutos. James Rodriguez ganhou na velocidade pela esquerda e, na linha da grande área, cruzou na medida para Gutiérrez, mas o atacante, de frente pro gol e livre de marcação, errou a finalização e mandou pra fora.

Aos 30, o goleiro Ospina tentou sair jogando rápido com a mão e deu um presente para Aurier, que pedalou para se livrar da marcação e arriscou de fora da área, mas Ospina se redimiu e fez boa defesa, encaixando a bola. Nos cinco minutos finais, a Costa do Marfim ensaiou uma pressão desordenada, mas ficou só na tentativa e o placar do primeiro tempo permaneceu 0x0.

A Colômbia voltou disposta a chegar ao gol logo nos primeiros momentos da segunda etapa, imprimindo velocidade nas investidas pela direita. No entanto, os sul-americanos pecavam no passe decisivo e não conseguiam a finalização. Quem conseguiu finalizar contra o gol colombiano foi Yaya Touré, em cobrança de falta da meia-esquerda, mas a bola, apesar de perigosa, saiu à direita do gol de Ospina.

A Colômbia ficou muito perto do primeiro gol aos 13. Cuadrado recebeu na área, pela direita, pedalou antes de encher o pé em chute alto, cruzado, que Barry conseguiu espalmar e contou com a ajuda do travessão, onde a bola explodiu, prendendo o grito de gol colombiano. Cinco minutos depois, o grito, enfim, foi ouvido em Brasília. Cuadrado cobrou escanteio pela esquerda e James Rodriguez, de cabeça, venceu a zaga e o goleiro Barry, Colômbia 1×0.

Os marfinenses quase chegam ao empate aos 23. Aurier ameaçou um cruzamento da direita, mas preferiu soltar a bomba direto contra o gol de Ospina, que fez ótima defesa e espalmou pela linha de fundo. No contra-ataque, a Colômbia ampliou. Gutierrez arrancou pelo meio e fez bela assistência para Quintero, que só teve o trabalho de chutar na saída de Barry, Colômbia 2×0. Os marfinenses não sentiram o golpe e logo descontaram. Aos 27, Gervinho dominou pela esquerda e fez fila, passando por três marcadores antes de chutar forte e marcar um golaço, sem chance de defesa para Ospina, que ainda conseguiu tocar na bola.

O gol acendeu de vez as esperanças marfinenses, que a essa altura já contavam com o astro Drogba, convocado para o jogo aos 15 minutos do segundo tempo. Aos 38, Aurier fez bom lançamento da direita, na cabeça de Bony, que mandou por cima da meta. A Costa do Marfim ditava o ritmo do jogo e fazia pressão no campo de ataque. A Colômbia se defendia como podia e tentava encontrar espaços para contra-atacar. Em uma dessas chances, Quintero viu Barry adiantado e tentou encobrir o goleiro, arriscando do meio-campo, mas o goleiro marfinense conseguiu impedir o que seria mais um belo gol em Brasília. Com alguma catimba e contando com o desgaste dos africanos, a Colômbia conseguiu segurar a importante vitória na segunda rodada.

COLÔMBIA 2×1 COSTA DO MARFIM

COLÔMBIA: David Ospina, Camilo Zúñiga, Cristian Zapata, Mario Yepes e Pablo Armero (Arías); Carlos Sánchez, Abel Aguilar, Juan Guillermo Cuadrado e Víctor Ibarbo (Quintero); James Rodríguez e Teófilo Gutiérrez. T:José Pékerman.

COSTA DO MARFIM: Barry, Serge Aurier, Didier Zokora, Souleymane Bamba e Arthur Boka; Serey Die, Tioté e Yaya Touré; Gervinho, Gradel (Kalou) e Bony T:Sabri Lamouchi


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •