Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Gazeta Esportiva –  O Palmeiras precisa administrar um desfalque inusitado no confronto como Atlético-MG. Encarregado de substituir o suspenso Mano Menezes na beirada do gramado, o auxiliar Sidnei Lobo será o 13º profissional a comandar o Palmeiras no Allianz Parque, inaugurado em novembro de 2014.

Contratado para suceder Luiz Felipe Scolari, Mano Menezes dirigiu o Palmeiras nos jogos contra Goiás (2 x 1), Fluminense (3 x 0), Cruzeiro (1 x 0), Fortaleza (1 x 0), CSA (6 x 2) e Internacional (1 x 1). No último jogo, acabou advertido pelo árbitro Braulio Machado com seu terceiro cartão amarelo.

Ex-volante, Sidnei Lobo integra a comissão técnica liderada por Mano Menezes desde novembro de 2003. Aos 49 anos de idade, o auxiliar e trabalhou ao lado do treinador em clubes como Grêmio, Corinthians, Flamengo e Cruzeiro, além da Seleção Brasileira.

Os técnicos Dorival Júnior, Oswaldo de Oliveira, Alberto Valentim, Marcelo Oliveira, Cuca, Eduardo Baptista, Roger Machado, Luiz Felipe Scolari e Mano Menezes dirigiram o Palmeiras na arena. Tico dos Santos (auxiliar Marcelo Oliveira), Cuquinha (auxiliar Cuca) e Wesley Carvalho (treinador do time sub-20) completam a lista.

Dos 12 profissionais que já comandaram o time da beirada do gramado, apenas três ergueram troféus no estádio. Marcelo Oliveira (Copa do Brasil 2015), Cuca (Campeonato Brasileiro 2016) e Felipão (Campeonato Brasileiro 2018) foram campeões no local.

O jogo entre Palmeiras e Atlético-MG será realizado às 16 horas (de Brasília) de domingo, pela 23ª rodada do Brasileiro. Sob o comando de Sidnei Lobo, o time da casa deve jogar com Weverton; Marcos Rocha, Gomez, Vitor Hugo e Diogo Barbosa; Felipe Melo, Bruno Henrique e Scarpa; Willian, Dudu e Luiz Adriano (Deyverson).


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •