Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Em tempos de quarentena, como a que estamos vivendo, muitas pessoas passam o dia em casa. As atividades que antes eram desempenhadas na academia, escritório, faculdade e escola agora precisam ser acomodadas dentro de um mesmo espaço. 

Diante desse cenário, rotinas foram desajustadas ou simplesmente deixaram de existir. Afinal, como ser produtivo, manter a saúde em dia e dar conta das tarefas domésticas e do trabalho ao mesmo tempo em que precisamos manter a cabeça no lugar? 

Conciliar todas esses afazeres estando confinado 24 horas por dia é um desafio, entretanto, é possível manter uma rotina organizada e saudável mesmo durante o isolamento social. 

Confiras algumas dicas para adotar uma rotina saudável em casa:

Organize seus horários

Antes da pandemia nossa agenda era pautada pelo horário de ir e voltar do trabalho, escola ou faculdade e os momentos de lazer e tarefas domésticas. Quando o ambiente de cada tarefa muda é muito mais fácil concentrar-se em cada uma delas. 

Agora, esses momentos se misturam e parece que nosso cérebro se confunde e não consegue associar a nossa casa com as atividades que eram feitas do lado de fora. No entanto, é possível treinar o cérebro para otimizar o dia a dia de confinamento. 

Anote tudo 

Em primeiro lugar anote todas as tarefas na ordem em que elas precisam ser feitas e  o tempo que demoram para serem realizadas. Esse cronograma precisa incluir os horários em que você acorda e vai dormir, bem como momentos de pausa para alimentação, exercícios, redes sociais, entre outras atividades. Caso essas pausas não sejam programadas elas podem se tornar distrações. 

Sem distrações

O nosso cérebro demora menos de uma semana para se acostumar com os novos horários, no entanto, é importante eles não sejam alterados, caso contrário, o cérbero não se acostumará com a nova rotina e, portanto, o cronograma não servirá de nada. 

Para isso, mantenha-se afastado, se possível, da TV e do celular e programe pausas a cada hora para descompressão. 

Alimente-se bem

Manter uma dieta saudável não é um hábito seguido à risca pela maioria das pessoas, isso porque, geralmente, usamos como desculpa a falta de tempo e correria do dia a dia. 

Bom, o isolamento é estressante e pode provocar aquela vontade de comer besteiras para aliviar o desânimo, entretanto, também é uma boa oportunidade para adotar o hábito da alimentação saudável, já que estamos longe das tentações que são os restaurantes e comidas de rua. 

Na hora das refeições dê preferência por alimentos da sua dispensa ao invés de pedir comida de fora e siga as dicas já conhecidas: coma bastante frutas e verduras, tome água e não exagere no açúcar e nos alimentos gordurosos. 

Desta forma, você verá que seu dia mudará drasticamente. Entre os benefícios da alimentação saúdavel estão: 

  • Melhora significativa do humor;
  • Mais qualidade de sono;
  • Controle do peso corporal;
  • Mais disposição;
  • Equilíbrio hormonal;
  • Prevenção de doenças.

Priorize o sono

Algumas pessoas trocaram totalmente seus horários durante a pandemia, para elas o dia virou noite e a noite virou dia. Esse hábito não é nada saudável e atrapalha muito quem quer adotar uma rotina saudável e produtiva. 

Para começo de conversa, é durante a noite que nosso corpo se regenera, melhorando o metabolismo, por exemplo. Sendo assim, deixar de dormir no período noturno impede que o sono cumpra a sua função de “remédio natural”.

Dormir – a noite – de 7 a 8 horas traz benefícios como: 

  • Melhora da capacidade mental e física;
  • Melhora do raciocínio cognitivo;
  • Favorece à saúde cardiovascular;
  • Regula os eixo hormonal.

Visite o médico

O isolamento não mudou a importância de contar com um acompanhamento médico regular, esse é um hábito muito importante seja qual for a circunstância.

É um grande erro ir à consultas médicas apenas quando o seu corpo começa a dar sinais de que não está bem, pois prevenção é a chave para um corpo e uma rotina saudável. 

Atualmente, é possível fazer consultas por chamada de vídeo, assim você saberá se é realmente necessário sair para ir ao consultório e seu médico poderá lhe dar dicas de como tratar-se em casa. 

Conte com um plano médico e um plano de saúde dentário para te auxiliar nesse momento. 

Não se esqueça do dentista 

Muitas vezes as pessoas se importam com a saúde do corpo e deixam de lado a saúde bucal e, até, investem em um bom plano de saúde médico, mas esquecem do plano de saúde odontológico, como se a boca não fizesse parte do corpo. 

Acontece que é impossível manter nosso organismo funcionando bem se a saúde bucal não está em dia. Os efeitos causados por essa negligência estão além das dores no dentes, problemas bucais podem desencadear outras complicações, como doenças cardíacas e, até mesmo, psicológicas.  

Por isso, contar com um plano odontológico é uma importante medida na jornada da rotina saudável. A preocupação com nossos dentes precisa ser parte das mudanças de hábito na quarentena. 

Tenha um dentista de confiança e o visite regularmente, seja por vídeo, no caso da quarentena, ou presencialmente, quando nossa vida voltar ao normal. Conte com um convênio odontológico individual ou para a família toda para se adaptar a esse novo hábito. 

Mudar a nossa rotina e nossos hábitos nunca é fácil, quanto mais durante a pandemia, no entanto, a persistência por se adequar a esse tempos atípicos  pode ser o incentivo que você precisava para passar por eles. 

Texto produzido por Estela Lima, redatora da empresa Ideal Odonto 


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •