Foto: Joédson Alves/EFE
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

De acordo com levantamento do R7 com base nos dados da OMS (Organização Mundial da Saúde), a taxa de letalidade da covid-19 no Brasil é três vezes menor do que a registrada na Itália. 

Até a última segunda-feira (30), o Brasil tinha informado à autoridade máxima de saúde no mundo 3.904 casos confirmados, com 114 mortes, já até ontem (02), o número de óbitos subiu para 229. Isso representa uma taxa de letalidade de 3,8%.

Gravidade

A gravidade da covid-19 estaria diretamente associada com a idade dos pacientes infectados com o novo coronavírus. De acordo com a pesquisa, a taxa de letalidade em pessoas entre 20 e 30 anos é de apenas 0,031%, mas fica perto de 8% quando analisado os óbitos de pessoas com mais de 80 anos. 

Os responsáveis pelos estudam ainda fazem uma estimativa de que entre 50% e 80% da população mundial pode estar infectada com o vírus, ao mesmo tempo em que salientam que a maioria das pessoas se recupera, mesmo depois de sofrer sintomas graves.

Confira o histórico de outras doenças causadas por vírus

Ebola 

O ebola, que apareceu pela primeira vez em 1976, causou uma grave epidemia entre 2014 e 2016 nos países africanos de Guiné, Serra Leoa e Libéria, matando 11.308 pessoas no período.

De acordo com dados da OMS (Organização Mundial da Saúde), a taxa média de mortalidade causada pela doença é de 50%, tendo variado de 25% a 90% em surtos passados. Desde que foi descoberto, o vírus causou a morte de 12.913 pessoas no mundo todo.

Sars (Síndrome Respiratória Aguda Grave)

O surto mundial de Sars, entre 2002 e 2003, atingiu 8.098 pessoas na Ásia, Europa e nas Américas, sendo registradas 774 mortes.

Um relatório da OMS divulgado em 2003, quando o surto foi considerado encerrado, citou uma taxa de mortalidade de 15%, que podia variar em cada região do mundo.

Gripe A

A gripe A, causada pelo H1N1, causou uma pandemia em 2009, quando foi identificada. No fim do surto, em 2010, a OMS estimou em 18.500 o número de mortes causadas pela doença.

O Brasil teve, em 2019, 1.109 mortes por gripe, segundo o último relatório do Ministério da Saúde. O subtipo de vírus da gripe que mais matou foi o H1N1, com 787 óbitos.

Síndrome Respiratória do Oriente Médio

A Mers (Síndrome Respiratória do Oriente Médio) é uma doença respiratória também causada por um tipo de coronavírus. Ela foi primeiramente relatada em 2012 na Arábia Saudita e já causou 866 mortes em todo o mundo, tendo infectado 2.519 pessoas, de acordo com a OMS.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •