Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Brasília, DF… [ASN] Quando uma pessoa se torna adventista do sétimo dia ela é convidada a exercer alguma função na igreja em que possa desenvolver os talentos que Deus lhe deu. Uma dessas funções é a de ancião. Ao contrário do que o nome possa sugerir, essa pessoa não precisa ser idosa. Há anciãos jovens e anciãos mais experientes. Este é um cargo de grande responsabilidade e relevância na Igreja, é o líder que caminha ao lado do pastor. Amanhã, sábado, dia 21 de junho, será comemorado o Dia do Ancião Adventista. Para conhecer um pouco mais sobre as características do ancião, a ASN (Agência Adventista Sul-Americana de Notícias) entrevistou o professor Galba Catunda Sampaio. Ele é casado com Sandra Carvalho Agra, tem três filhos, Calebe, Keren e Katherine, e é ancião de igreja há 14 anos. Atualmente exerce essa função na Igreja Adventista Central de Porto Velho, em Rondônia.

ASN: Como é sua rotina espiritual de vida?

Galba: Levanto-me às cinco e meia da manhã, oro com minha esposa e fazemos a jornada espiritual. Em seguida estudo a Bíblia e a lição da Escola Sabatina.

ASN: O que faz como ancião de Igreja durante a semana?

Galba: Dou estudos bíblicos, faço visitas a membros de minha igreja acompanhado da minha esposa ou do pastor, dirijo um Pequeno Grupo em minha casa às terças-feiras à noite, participo do culto de pôr-do-sol (geralmente feito por adventistas no horário em que o sol se põe às sextas-feiras indicando o início do sábado bíblico) nas casas em que sou convidado a estar, assisto os cultos regulares da igreja e outras atividades afins; além disso, tenho minha atividade profissional diária.

ASN: Em sua opinião, quais são suas principais responsabilidades como ancião?

Galba: Zelar pela qualidade espiritual de minha igreja, o que inclui influenciá-la ao máximo para que cumpramos a comissão que nos foi dada por Jesus: “Ide por todo o mundo…” para pregar o Evangelho Eterno e abreviar a volta de Jesus. Com este foco a igreja cresce equilibrada e sadia espiritualmente.

ASN: Que dicas daria para alguém que está assumindo o ancionato agora?

Galba: Seja fiel aos princípios da Igreja, tenha espírito de cooperação e esforce-se ao máximo para ter um bom relacionamento com todos em sua igreja, exercendo espírito de paciência e amor para com todos.

ASN: Que espécie de apoio os membros podem dar para o ancião?

Galba: Os membros precisam compreender que o ancião suporta uma carga de responsabilidades na igreja acima da média dos frequentadores da casa de Deus; precisam ser solidários e cooperadores com os trabalhos deste líder.

ASN: Por que é importante que anciãos e todos os demais membros cooperem com o trabalho do pastor?

Galba: Sem a boa vontade dos anciãos e membros da igreja a carga do pastor se torna insuportável. O mínimo que uma igreja pode oferecer ao seu pastor é um desprendimento voluntarioso, acolhendo o ministro do Senhor e sua família a fim de tornar o seu trabalho uma tarefa agradável e certamente muito mais produtiva. [Equipe ASN – Márcia Ebinger]


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •