Arquivo/Marcello Casal Jr/ Agência Brasil
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Um homem é suspeito de engravidar a própria filha de 11 anos em Luís Correia, cidade no litoral do Piauí. A gravidez, no entanto, só teria sido descoberta quando a criança levou uma queda durante aula de educação física e apresentou sangramentos. O pai da menina, identificado como Hélton José Nascimento é o principal suspeito.

Após a queda, a menina foi levada ao hospital da região, onde passou por exame de corpo de delito e deu à luz a um bebê prematuro, de seis meses, na segunda-feira (19/08). As informações são do jornal O Dia e Meio Norte.

O Conselho Tutelar foi acionado e o pai da menina é o principal suspeito de cometer os estupros que terminaram na gravidez da vítima. Segundo a polícia, a criança vivia com ele e a madrasta na cidade. Por não haver flagrante, o pai da criança não foi preso. Os estados de saúde da mãe e do filho não foi divulgado.

Segundo o site Meio Norte, a diretora da escola em que a menina está matriculada, disse ainda que o pai era visto agarrado e beijando a filha de forma estranha. Já a madrasta Tânia Maria informou que já desconfiava e que, inclusive, o esposo passou a dormir na sala e flagrou a menina vindo de lá com comportamento suspeito. O esposo teria mudado de comportamento quando sua ex-esposa entregou a criança aos cuidados do pai. Segundo Tânia, depois disso, ele deixou de dividir a cama com ela e passou a dormir na sala.

Segundo o delegado de Luís Correia João José Pereira Filho, o JJ, há materialidade do estupro de vulnerável e o pai é principal suspeito do crime. O homem segue foragido.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •