Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Uma criança, que teria entre três e quatro anos idade, foi resgatada no domingo, 23, após ficar à deriva no mar flutuando em uma boia de unicórnio. A menina teria sido levada para longe da costa da cidade de Antirrio, na Grécia.

Segundo o site de notícias Greek City Times, a criança estava na boia quando foi levada pelas fortes correntezas do mar. Quando os pais perceberam o desaparecimento, buscaram as autoridades da cidade. Uma balsa, a Salaminomachos, estava fazendo seu trajeto habitual pela região e foi notificada.

Foi a tripulação da embarcação que localizou a criança, que estava no meio do mar, e realizou o resgate. Em entrevista para o canal grego Skai TV, o capitão da balsa, Grigoris Karnesis, disse que a menina estava “aterrorizada” e estava segurando a boia com força.

Apesar do susto, a menina não teve ferimentos e se reencontrou com os pais. “Ninguém precisa me agradecer. Eu fiz algo que qualquer um faria”, disse Karnesis. O capitão da balsa destacou que já realizou outros resgates recentes na região, também de pessoas que subestimaram a correnteza e acabaram ficando à deriva no mar em cima de boias.

O site de notícias Nafpaktia News informou que Karnesis recebeu uma ligação do primeiro-ministro da Grécia, Kyriakos Mitsotakis, que o parabenizou pela ação. Ele também recebeu uma medalha do prefeito do município de Nafpaktia, que inclui Antirrio, junto com o  engenheiro da balsa, que ajudou no resgate.

O vídeo que mostra a ação dos homens viralizou nas redes sociais. O autor da publicação original, Petros Kritsonis, destacou no post que não tinha o objetivo de “culpar” os pais pelo caso, mas sim alertar as pessoas para tomar cuidado ao usar brinquedos marinhos.

Όταν η ανεμελιά μπορεί να καταλήξει σε τραγωδία…Συγχαρητήρια στον καπετάνιο και το πλήρωμα του πλοίου Σαλαμινομάχου για τις ενέργειες που απέφεραν την θετική κατάληξη.Η ανάρτηση του βίντεο δεν έχει σκοπό να επιρριψει ευθύνες, αλλά να καταδείξει την επικινδυνότητα των θαλάσσιων παιχνιδιών που κατά κόρον χρησιμοποιούμε όλοι.

Posted by Petros Kritsonis on Monday, August 24, 2020

(Estadão)


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •