Foto - Reprodução da TV Globo
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (PRB), é alvo de uma investigação do Ministério Público do Estado que apura a criação de um balcão de negócios na Prefeitura da capital fluminense, que previa benefícios a empresas em troca de pagamentos, denuncia nesta segunda-feira 2 o jornal O Globo.

Segundo a reportagem, a apuração está baseada na colaboração premiada do doleiro Sérgio Mizhay, preso pela operação Câmbio, Desligo no ano passado. Homologada pelo Tribunal de Justiça do Rio, a delação aponta o empresário Rafael Alves, irmão do presidente da Riotur, Marcelo Alves, como o operador do suposto esquema no município.

“Rafael Alves viabiliza a contratação de empresas para a prefeitura e o recebimento de faturas antigas em aberto, deixadas na gestão do antigo prefeito Eduardo Paes, tudo em troca do pagamento de propina”, diz Mizhay no anexo 15 da sua delação.

A reportagem do Globo acontece em meio a uma guerra do prefeito com o veículo no município. A exemplo do que fez Jair Bolsonaro com a Folha de S.Paulo em âmbito nacional, o prefeito do Rio cortou relações com O Globo, afirmando que não atenderia mais solicitações do jornal.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •