Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O Centro de Treinamento e Alto Rendimento do Amazonas (Ctara), administrado pela Secretaria de Estado de Juventude, Esportes e Lazer (Sejel), deu início na quarta-feira (3/7), em Manacapuru, município distante 99 quilômetros da capital, a uma Capacitação Técnica e de Arbitragem, para atletas, acadêmicos, profissionais de Educação Física, árbitros e agentes comunitários. O evento está sendo realizado no ginásio do Complexo Esportivo Riachuelo.

A atividade, que segue até o sábado (6/7), é direcionada para aqueles que atuam na arbitragem das modalidades handebol, vôlei de praia, voleibol, futebol, futsal e atletismo, nas provas de corridas, arremessos, saltos e lançamentos.

“Realizamos o 1º Fórum de Secretários de Esporte do Amazonas, e eles nos demandaram muita coisa, dentre elas a reciclagem dos agentes esportivos. O Ctara está com os profissionais cumprindo uma agenda e estará em várias cidades para promover essa atualização e motivar as pessoas que atuam no campo esportivo. É uma atividade importante e que vai resultar em bons frutos para o esporte no interior do estado”, comentou o titular da Sejel, Caio André de Oliveira.

Na terra da Ciranda, 48 pessoas estão participando da formação. De acordo com um dos palestrantes, o professor João Bosco, a intenção é orientar as pessoas e ajudar no crescimento do esporte. 

“Estamos iniciando, na tarde de ontem (4/7), a clínica de handebol. Pela manhã realizamos a palestra motivacional sobre organização e planejamento nas áreas do desporto escolar, comunitário e de rendimento. Queremos levar orientação técnica e pedagógica aos participantes, no sentido de ajudar os municípios a organizar e planejar as ações, além de formar equipes de arbitragem e, com isso, somar no crescimento do esporte no interior”, destacou Bosco.
De acordo com o coordenador do Ctara, Tadeu Picanço, o principal objetivo é reciclar os agentes e atualizá-los quanto às novas regras desportivas. “Precisamos atualizar e capacitar os professores, árbitros e agentes esportivos do município. A partir de então, firmar parcerias com as federações esportivas e instituições de ensino para expandir o conhecimento técnico, pedagógico e de arbitragem, inclusive no que diz respeito às novas regras de vôlei, handebol, futebol e futsal”, explicou. 

Interior – Tadeu informou ainda que a ação já tem agenda marcada para outros lugares. “Vários municípios fizeram contato conosco para pedir esse suporte. Nós já realizamos em Presidente Figueiredo, Parintins, Boa Vista do Ramos, e agora em Manacapuru. Logo chegaremos a outras cidades como Carauari e Coari”, concluiu.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •