Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Cuca não deve fazer mudanças no time base do Santos para a partida contra o Red Bull Bragantino neste domingo, às 16h (de Brasília), na Vila Belmiro, pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro.

O técnico, porém, espera um time mais solto e confiante. Na conversa com o elenco na sexta e também no sábado, Cuca falou sobre a importância do jogador se sentir leve em campo e poder tomar decisões com seu feeling. 

Cuca gosta de ter variações táticas, mudar o posicionamento durante o jogo. Carlos Sánchez, por exemplo, deve ter mais liberdade e ficar perto do gol adversário.

O treinador falou com líderes do elenco para detectar pontos a melhorar. Um dos papos foi com Vladimir, novo titular. Cuca disse que confia plenamente no goleiro após os erros na eliminação do Paulistão para a Ponte Preta.

Outra preocupação de Cuca é a bola parada defensiva. O Peixe sofreu vários gols pelo alto com o ex-técnico Jesualdo Ferreira. Boa parte do treinamento do sábado foi em cima desse fundamento.

A bola parada ofensiva também é uma espécie de obsessão para Cuca. O treinador dá muito valor para faltas e escanteios bem batidos, além de ensaiar jogadas. Com o tempo curto, essa combinação de lances ainda não foi possível.

A provável escalação é: Vladimir, Pará, Lucas Veríssimo, Luan Peres e Felipe Jonatan; Alison, Diego Pituca e Carlos Sánchez; Marinho, Soteldo e Kaio Jorge. (Gazeta Esportiva)


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •