Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A dançarina Raielli Leon, que acusou MC Livinho de assédio e racismo nesta semana, divulgou mensagens que recebeu do funkeiro após fazer a denúncia em suas redes sociais. Nos prints, MC Livinho pede desculpas e diz que quer ajudar Ray.

Antes de expor as mensagens, a dançarina gravou Stories agradecendo o apoio dos seguidores e disse que foi acusada por algumas pessoas de querer aparecer.

“Desde ontem, a partir do momento que resolvi falar, eu venho recebendo muita mensagem, muitas informações. Tive muita dificuldade de filtrar e não estive bem para continuar falando sobre isso e pra continuar trazendo para vocês aqui detalhes do acontecimento. Eu estou recebendo muitas mensagens de pessoas me dizendo que estou querendo fama, mídia, querendo aparecer. Vou deixar uma coisa muito clara: isso não aconteceu ontem, faz dois anos e sete meses”, declarou.

Ray contou que registrou um boletim de ocorrência na época do caso. “Depois de tudo que aconteceu, só ontem que ele veio se desculpar comigo e perguntar se eu preciso de alguma coisa, dizendo que quer me ajudar, que quer me colocar de volta nos clipes, dizendo que eu tenho talento, dizendo que sente muito se fez algo no passado. Eu o questionei de várias coisas sobre o que aconteceu com o processo, com minha advogada, o que foi que ele fez, que ele sabe muito bem que me seguiram, que foram atrás de mim. Ele não respondeu”, afirmou.

Logo após, a dançarina divulga os prints onde o funkeiro pede desculpas mas diz que Ray queria aparecer e ela não precisa disso, pois tem brilho e talento. A dançarina responde, falando que o funkeiro comprou a advogada dela, a ameaçou e ela perdeu muitos trabalhos, além de que ele não se importa de verdade.

“Me importo. Minha mãe até hoje sobre preconceito. Eu já vivenciei isso com ela”, responde o cantor. “Ter uma mãe negra não te faz menos racista”, rebateu Raielli. (Metrópoles)


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •