Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Gazeta Esportiva – Daniel Alves disputará o seu primeiro clássico pelo São Paulo nesta quarta-feira, às 19h30 (de Brasília), no Allianz Parque, pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro. Desde que desembarcou no Morumbi após a Copa América, o Tricolor enfrentou seus principais rivais duas vezes, entretanto, os compromissos do jogador com a Seleção Brasileira impediram que ele estivesse presente em algum desses confrontos.

Agora, Daniel Alves, enfim, conhecerá uma nova atmosfera justamente contra o time de seu pai. São-paulino declarado, o lateral-direito realizou o sonho de vestir a camisa tricolor aos 36 anos, e seu pai, Domingos Alves, palmeirense, terá de lidar com dois sentimentos distintos: apoiar sua cria e o Verdão.

“O São Paulo é o meu time. Meu pai torce para o Palmeiras, é bom deixar claro senão dá confusão em casa. Tenho minha relação de ter visto o time jogar, me lembro do Telê”, afirmou Daniel Alves em junho, durante a disputa da Copa América.

No vídeo do anúncio de sua contratação pelo São Paulo, Daniel Alves conta que foi inspirado pelo time que se sagrou bicampeão mundial em 1992 e 1993 sob o comando de Telê Santana e por isso acabou escolhendo torcer para o Tricolor. Mas, qual são-paulino especificamente motivou o capitão da Seleção Brasileira a se tornar jogador de futebol?

Desde que chegou ao São Paulo, Daniel Alves perdeu os clássicos contra Santos e Corinthians. Como havia acabado de ser apresentado e ter voltado de férias, o lateral-direito não enfrentou o Peixe na vitória por 3 a 2. Já ante o Timão, o Good Crazy também foi baixa, desta vez devido a amistosos com a Seleção Brasileira em Singapura.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •