Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O presidente do Avante no Amazonas, David Almeida, lançará nesta quinta-feira (15), o primeiro núcleo temático da legenda no Estado, o Avante Mulher. David apresentará o grupo de mulheres que atuarão nessa frente para a sigla, que tem o objetivo de construir propostas de políticas públicas para o plano geral do partido. O evento será realizado, às 19h, no auditório do Prado, localizado na rua Visconde de Porto Alegre, bairro Praça 14 de Janeiro, Zona Sul, autos do Prado Som, próximo à Loja Benayon.

De acordo com David, o núcleo Avante Mulher será o responsável pela organização feminina, tanto nas questões partidária internas, quanto na organização de debates junto às organizações de mulheres em diversas frentes como: empreendedorismo, social, educacional, esportiva e rural. O grupo será formado por um grupo diretor similar ao da executiva estadual, mas contará com lideranças de diversos segmentos que serão liderados por militantes não candidatas, mas também pelas pré-candidatas do partido às eleições de 2020.

“O nosso objetivo é reunir as mulheres do partido para que elas se reúnam com os mais diversos nichos femininos, a fim de construir propostas de políticas públicas voltadas para elas nos seus mais diversos campos de vivência ou de atuação como o empreendedorismo e o meio rural. São propostas que serão inseridas no plano de governo do partido, que serão apresentados mais a frente para a sociedade”, explicou David Almeida.

Hoje com um grupo de quase 120 mulheres entre profissionais liberais, empresárias e líderes comunitárias, o Avante Mulher será coordenado pela procuradora da Câmara Municipal de Manaus (CMM), a advogada Ana Paula Aguiar. Segundo ela, a subdivisão do Avante Mulher em segmentos servirá para inserir o maior número de grupos ou organizações femininas, deste modo fortalecendo a presença nas discussões políticas.

Segundo Ana Paula, o núcleo organizará uma série de eventos de filiação ao Avante, focado na presença feminina, com seminários, palestras e arenas de debates também para discutir os problemas e as soluções para as questões das mulheres amazonenses. “Vamos fazer pelo menos um evento por mês nas comunidades, com filiações ao partido, mas também de conscientização do papel na mulher nos dias de hoje. É uma forma de inserir as mulheres no campo de discussão política e fortalecer cada uma na sua área de atuação”, disse.

A coordenadora do núcleo disse que o fortalecimento da presença feminina no partido é mais do que uma estratégia para cumprir as metas dos 30% nas eleições municipais de 2020 em Manaus e nas demais cidades amazonenses que o Avante disputará as vagas proporcionais.

“Hoje nós temos um grupo de quase 120 mulheres e pelo menos 25 delas já estão dispostas a se candidatarem no ano que vem. Esse número já é bem maior do que os 30% da cota de mulheres candidatas do ano que vem. Com o lançamento do Avante mulher a tendência desse segmento é crescer no partido. Mas, mais do que fazer número, vamos trabalhar para construir políticas públicas para as mulheres”, disse Ana Paula.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •