José Ribamar Beleza, ex-prefeito de Barcelos, tem várias reprovadas pelo TCE-Am (Montagem Fato Amazônico)
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Em setembro deste ano, o Ministério Público do Estado, comarca de Barcelos e os promotores integrantes do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO), denunciaram o ex-prefeito de Barcelos, José Ribamar Fontes Beleza, pelos crimes de peculato, organizações criminosas e falsificação de documentos públicos.

Os crimes teriam sido praticados entre 2012 e 2016 com o concurso de dois ex-secretários municipais e três ex-integrantes da Comissão de Licitação no município.

O ex-prefeito de Barcelos, entretanto, diz que não é corrupto, que não praticou qualquer tipo de crime e que vai provar com documentos que as acusações apontadas contra ele são frutos da famosa e desgastada “perseguição política”.

Em outras palavras e nas palavras do senhor José Ribamar Beleza, o ex-prefeito de Barcelos é um santinho de alma pura e de alva brancura.

Santinho só de for do pau oco, não é mesmo?

O Ministério Público Estadual e promotores do Gaeco não deixam dúvidas quanto ao mal comportamento do senhor José Ribamar no período de 2012 e 2016 como prefeito de Barcelos.

Nesse período, o ex-prefeito de Barcelos, com a conivência do ex-secretário de Finanças, usando saques em espécie de contas-correntes do município, sacou do erário público R$ 6.197.501,00.

É claro que Beleza vai precisar correr muito, com velocidade de maratonista, para se defender das terríveis acusações que lhes são impostas pelo Ministério Público. Vai precisar, também, de bons advogados e, sobretudo, de bons álibes para provar que é inocente como, agora, conclama em alto e bom som.

Mas até lá, ah!… José Beleza está em maus lençóis.

Confira o áudio:


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •