Átila Lins já conversou com David Almeida e quer o sobrinho George Lins como vice para caminhar com o Avante (Montagem Fato Amazônico)
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O deputado federal Átila Lins, presidente estadual do Progressistas, sentou com o pré-candidato à Prefeitura de Manaus, David Almeida (Avante) para uma possível aliança. Na próxima terça-feira (08), no Hotel da Vinci, Átila Lins anunciará os rumos do partido nas eleições municipais deste ano.

Mas, de acordo com fontes do Fato Amazônico, para Progressistas e Avante caminharem juntos nas eleições municipais, Átila deixou claro que a aliança poderá ser firmada se o médico George Lins, presidente do Diretório Municipal em Manaus, for o vice de David Almeida.

Para ter o apoio, David Almeida terá de ter como vice George Lins, filho do deputado estadual Belarmino Lins, secretário-geral do Progressistas.

David Almeida também já conversou com Marcos Rotta, do DEM, do ex-deputado federal Pauderney Avelino. Mas por enquanto o vice-prefeito diz que tudo não passa de conversas.

Evento no Hotel Da Vinci

No evento, que terá a presença e participação de todos os pré-candidatos progressistas a Câmara Municipal de Manaus (CMM), os membros dos Diretórios Estadual e Municipal, além de convidados, Átila e George, ao lado do secretário-geral da legenda, deputado estadual Belarmino Lins, prestarão informações importantes sobre o comportamento do partido no pleito municipal, inclusive considerando as recomendações da Justiça Eleitoral e do Ministério da Saúde em relação a pandemia do novo coronavírus.

Detentor do terceiro maior tempo de rádio e TV nestas eleições e despontando entre os cinco maiores partidos com relação aos fundos Partidário e Eleitoral, o PP, de acordo com Átila e George, terá 13 prefeitos participando diretamente da batalha de votos, sendo 11 prefeitos candidatos à reeleição. Além disso, o partido terá 21 candidatos a prefeituras e em torno de 23 candidatos postulando ao cargo de vice-prefeito.

“Em vários outros municípios, os progressistas apoiarão candidaturas majoritárias de outras agremiações partidárias, mas que fazem parte do elenco de apoiadores e grandes lideranças interioranas parceiras”, informa o secretário-geral Belarmino Lins.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •