Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A deputada federal Érika Kokay (PT-DF), presidente da CPI que investiga a exploração sexual de crianças e adolescentes da Câmara dos Deputados, fez criticas a decisão da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas de adiar para depois das eleições a instalação da CPI da Pedofilia.

“Eu me pergunto se nesses meses que nos separam da instalação dessa CPI, quantas crianças estarão em situação de vulnerabilidade, estarão sendo vítimas frágeis e fáceis da exploração sexual porque não temos uma CPI em curso que no decorrer dos seus trabalhos já provoca uma diferença no tratamento a impunidade”, disse a deputada, afirmando estar decepcionada com a decisão da maioria dos deputados amazonenses.

Instalação depois das eleições

A criação da CPI da Pedofilia na Assembléia Legislativa do Amazonas, foi aprovada na última quarta-feira, por unanimidade dos 21 deputados presentes à reunião convocada pelo presidente Josué Neto (PSD). Mas ao final da reunião de mais de quatro horas o presidente colocou em votação e por 12 votos a 9 os deputados concordaram com a instalação da CPI somente após o período eleitoral.

De acordo com Josué Neto, a reunião foi conduzida de forma democrática e as decisões saíram por votação de todos os 21 deputados presentes. No caso da aprovação e criação da CPI, houve apoio total ao requerimento do deputado Luiz Castro (PPS), que pede a criação da comissão investigativa. Depois houve a discussão a respeito da instalação e os deputados chegaram ao consenso de colocar a questão em votação. Venceu o grupo de 12 deputados que votaram pela instalação depois do período das eleições.

Motivos para o adiamento

Josué Neto, apontou os dois principais motivos colocados pelos deputados para a proposta de adiamento da instalação da CPI. O primeiro, pelo fato de já existir uma CPI (da Telefonia) na Casa, o que deixa a Assembleia Legislativa sem condições administrativas de tocar duas comissões ao mesmo tempo. Além disso, se fosse instalada agora, a CPI da Pedofilia terminaria por volta de 15 de julho, já no período eleitoral. E entre instalar e suspender durante o período eleitoral, os deputados decidiram iniciar depois das eleições.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •