Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O deputado federal Delegado Pablo Oliva (PSL-AM) é alvo de uma operação da Polícia Federal deflagrada na manhã desta sexta-feira (15). A investigação é sobre crimes de corrupção passiva, falsidade ideológica e lavagem de dinheiro, informa Folha de São Paulo.

Pablo é delegado licenciado da Polícia Federal e presidente do PSL, no Amazonas. Sua bandeira de campanha na eleição era o combate a corrupção.

A mãe do parlamentar, Eda Maria Oliva Souza, perdeu o cargo de diretora-presidente do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas (Idam), também seria um dos alvos da ação da PF, além dois empresários e a ex-sócia de uma das empresas envolvidas.

Seis mandados de busca e apreensão foram cumpridos. Além do parlamentar, dois familiares dele, sua ex-sócia e dois empresários também são parte do inquérito.

Delegado licenciado da PF, o deputado é suspeito de ter utilizado seu cargo na polícia para praticar ilícitos.

Segundo a apuração, ele teria se aproveitado de informações obtidas em investigações para viabilizar o agenciamento de venda de uma empresa para sua mãe.

A operação, batizada de Seronato, foi deflagrada pela PF no Amazonas, chefiada por Alexandre Saraiva.

Delegado de polícia e empresários são alvos da PF, na Operação Seronato em Manaus


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •