Deputados Sanderson (PSL-RS) e Carla Zambelli (PSL-SP) entregam pedido de prisão preventiva de Lula a Augusto Aras - Divulgação
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Depois de o presidente Jair Bolsonaro ameaçar prender o ex-presidente Lula por meio da Lei de Segurança Nacional, foi a vez de dois deputados da ala bolsonarista do PSL pedirem prisão de Lula. Os parlamentares solicitaram que o Procurador-Geral da República, Augusto Aras, faça um pedido de prisão preventiva contra o ex-presidente. O senador Major Olímpio (PSL-SP) também apresentou um requerimento com a mesma reivindicação.

Segundo a colunista Mônica Bergamo, da Folha de S.Paulo, os deputados federais Sanderson (PSL-RS) e Carla Zambelli (PSL-SP) acionaram Aras afirmando que o ex-presidente incita “a violência com o intuito de promover desagregação, confusão e balbúrdia”.

Eles usam como exemplo a declaração de Lula um dia após sua soltura, no Sindicato dos Metalúrgicos, em São Bernardo do Campo: “A gente tem que seguir o exemplo do povo do Chile, do povo da Bolívia, a gente tem que resistir”. O documento reforça que o ex-presidente complementou: “Na verdade, atacar e não apenas se defender”.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •