Foto: Hudson Fonseca
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O deputado estadual Ricardo Nicolau (PSD) e o deputado Dermilson Chagas (PP), foram condecorado na noite da última quinta-feira (03), com a Medalha do Centenário outorgada pela Academia Amazonense de Letras (AAL). A honraria foi entregue durante cerimônia alusiva às comemorações dos 100 anos de fundação da entidade literária máxima do Amazonas, sediada no Centro de Manaus.

Durante a cerimônia, Ricardo Nicolau agradeceu aos acadêmicos pela homenagem e reafirmou apoio a iniciativas que busquem aproximar a população da academia. O deputado é autor da emenda impositiva ao orçamento deste ano que viabilizou a criação de um novo programa voltado a descobrir jovens escritores nas escolas da rede pública estadual.

 

Foto: Hudson Fonseca

A previsão da AAL é de que o lançamento do projeto ocorra ainda este ano. “O programa fruto dessa emenda vai fomentar a inclusão de jovens amazonenses no mundo literário, o que considero extremamente importante. Fico feliz de não só receber esta medalha, mas de poder contribuir e participar desse momento”, declarou o deputado, um dos 18 homenageados da noite.

O presidente do Silogeu, Robério Braga, destacou que a Medalha do Centenário visa reconhecer os agraciados pela trajetória de cooperação com a chamada ‘Casa de Adriano Jorge’. “A medalha é um símbolo de agradecimento para aqueles que acompanham esta Casa e fazem parte de sua história. O presidente Djalma Batista, há cinquenta anos realizou outorga semelhante”, destacou.

Fundada em 1918, a AAL completou este ano 101 anos de fundação e segue como uma das instituições amazonenses mais antigas em funcionamento. A Casa reúne atualmente 40 Acadêmicos, entre poetas, romancistas, jornalistas, cronistas, ensaístas, médicos, teólogos, economistas, educadores, sociólogos, juristas e antropólogos.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •