Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Com a viagem do governador José Melo a Brasília, onde acompanha a votação da PEC 20, a presidente do Tribunal de Justiça do Amazonas, desembargadora Graça Figueiredo assumiu o governo do Estado. Durante os três dias em que a desembargadora-presidente estiver comandando os destinos do Estado, quem assume a Presidência do TJAM é o vice-presidente da Corte, desembargador Aristóteles Thury.

A desembargadora-governadora exercerá as funções por dois dias, quando o governador José Melo retornar a Manaus. Sendo a terceira autoridade na linha de sucessão governamental, depois do vice-governador (que era o próprio Melo, quando Omar Aziz era o titula) e do presidente da Assembleia Legislativa, Josué Filho – que também está impedido pois é candidato a deputado estadual –, a Graça Figueiredo substituirá de forma provisória o Governador José Melo enquanto durar a viagem que o Chefe do Executivo está fazendo a Brasília. Melo está no Distrito Federal trabalhando a articulação das bancadas federais para o apoio à PEC da Zona Franca.

Além de cumprir a agenda do governo, Graça transferiu o expediente do Tribunal para o gabinete do governador na sede do Governo, no bairro da Compensa. Pela manhã, ela despachou com o secretário de administração Raul Zaidam, com que discutiu assuntos relacionados ao Estado e ao próprio Judiciário.

Logo em seguida, a governadora se reuniu com o chefe da Defensoria Pública do Estado do Amazonas, José Ricardo Vieira Trindade, às 10hs; com o procurador-geral de Justiça, Francisco Cruz, às 11hs e; também com presidente da Associação dos Magistrados, Edmilson Sá Nogueira, às 12hs.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •