Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O prefeito Alexandre da Carbrás, que é do partido do ex-governador Omar Aziz, o PSD, foi esquecido pelo governador José Melo (Pros). O governador, inclusive, não quer saber nem um pouco de aparecer ao lado do prefeito, que segundo pesquisas internas, de três partidos políticos, aparece com grande rejeição popular, em Parintins.

A desaprovação do governo de Alexandre é tanta, que Melo anunciou que será o governo do Estado que realizará diretamente a recuperação das ruas na cidade que estão esburacadas. No encontro, reservado com o governador em Manaus, Alexandre da Carbrás abriu mão do convênio do Estado com o município e teria dito que preferia ver as vias públicas recuperadas.

A insatisfação de Carbrás foi reproduzida na entrevista que ele deu ao programa Fatos e Boatos, do radialista Gil Gonçalves, quando desabafou seu descontentamento com o tratamento que está recebendo do governo de Melo. Alexandre fez questão de disparar sua metralhadora, sem citar nomes, em Ligia Loiola, assessora do governador, argumentando que ela estaria afrontando a administração e colocando o terror em secretários e assessores seus da Prefeitura. Ao blog Ligia negou tal atitude e disse que apenas trabalha em prol do povo parintinense.

Com a impopularidade em alta, ao ponto de ser recebido em evento até com vaias e latas de cerveja, como aconteceu na Copa Alvorada de Futsal, no Ginásio Elias Assayag, no mês passado, Carbrás reagiu duramente “ao fogo amigo” e disse que estava, naquele momento, dando um basta.

Melo teria abandonado, além do prefeito, o presidente da Câmara, Rildo Maia, e os vereadores Everaldo Batista e Gelson Moraes, que são da base do governador. A reviravolta que levou Preto Velho para os braços de Eduardo Braga teria deixado Alexandre de orelha em pé. Fontes do blog de Amazônia disseram que Carbrás teria declarado apoio político a Preto Velho, na sua candidatura a deputado estadual, na frente do seu “tio”, o presidente da Câmara, Rildo Maia, que esperava ser ungido pelo prefeito.

Na última sexta-feira (6), Alexandre recebeu a visita de Evandro Melo, secretário de governo; Valdenor Cardoso Bolacha, secretário de Produção (Sepror) e do deputado estadual Sidney Leite (Pros), líder do governo na Assembleia Legislativa do Estado, e obteve a informação que o governo iniciará as ações em Parintins por causa do Festival Folclórico.

DeAmazonia.com.br


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •