Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O vice-presidente de relações externas do Flamengo, Luiz Eduardo Baptista, conhecido como BAP, relembrou os momentos de insatisfação com as falas de Abel Braga quando o treinador comandava o Rubro-Negro. Em entrevista ao canal Ser Flamengo, o dirigente revelou que nos bastidores do clube havia quem pensasse que o técnico estava mal intencionado.

“Não conseguiu dar um padrão técnico e tático para o Flamengo. Foi se desgastando. Assim entendíamos que o ciclo do Abel iria acabar rápido, e 70% por causa dele. Houve um momento, que a gente achava e discutia internamente, que ele devia estar de sacanagem”, disse BAP.

O dirigente do clube carioca ainda apontou os momentos que geraram insatisfação, como quando Abel citou o Beira-Rio como o estádio mais bonito do Brasil, ou em momentos que normalizou as derrotas.

“A gente olhava ele dando entrevista e falava: ‘Cara, tem alguma coisa que não estamos entendendo. Ou ele bebeu, ou ele está drogado. Não é possível ele estar falando o que ele está falando’. Falar que o Beira-Rio é mais bonito do que o Maracanã, que perder para o Atlético-MG é normal, para o Inter era normal, com o time jogando mal. A impressão que alguns de nós tivemos é que ele estava forçando uma saída”, concluiu.

Abel Braga esteve no comando do Flamengo entre dezembro de 2018 e maio de 2019 e saiu após momentos de oscilação da equipe na Libertadores e no Campeonato Brasileiro. Após a experiência no Rubro-Negro, o treinador ainda passou por Cruzeiro e Vasco. (Gazeta Esportiva)


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •