Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

De férias no exterior há dois meses, José de Abreu e a noiva, Carol Junger, podem ter os planos envolvendo a lua de mel arrasados devido ao coronavírus. A epidemia, descoberta na China, tem se espalhado pelo mundo e já foi responsável pela morte de dezenas de pessoas.

Temendo a doença, Carol usou as redes sociais na terça-feira (28/01/2020) para atualizar os fãs. “Estamos em Bali e muito assustados com o coronavírus . Vários países ao nosso redor já estão com casos do vírus. Infelizmente não temos muito o que fazer a não ser usar máscaras em lugares muito movimentados”, disse.

Ainda no Instagram, a maquiadora contou que as pessoas por onde o casal passa demonstra medo contra chineses. Segundo elas, “as pessoas saem dos locais onde eles entram”.

Mortes

A Comissão Nacional de Saúde da China relatou, ao amanhecer desta quarta-feira (29/1) no país (noite de terça-feira, 28 de janeiro no Brasil), mais 26 mortes e 1.459 novos casos nas províncias de Hubei, onde fica a cidade de Wuhan, epicentro do novo coronavírus, e de Henan. Com os novos registros, as mortes saltaram para 132 e as infecções confirmadas passaram a 5.974 – dos quais 59 casos confirmados no resto do mundo, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS).

Só na província de Hubei há 3.349 pacientes internados com o vírus, e estimados 20 mil estão sob observação médica.

Segundo agências internacionais, cientistas vinculados ao Instituto Nacional de Saúde dos Estados Unidos preparam-se para testar em humanos, no prazo máximo de três meses, vacinas contra o novo coronavírus. A ideia é de que a imunização parta do código genético desta nova mutação do coronavírus, conhecida como 2019-nCOV.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) pediu a cientistas de todo o mundo que estejam estudando o novo coronavírus para compartilhar suas descobertas com a instituição mesmo sem a publicação oficial em periódicos oficiais. (Com Metrópoles)


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •