Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O dólar iniciou as negociações desta quarta-feira, 8, em queda, de cerca de 0,65%, cotado a R$ 5,34, em meio a um ambiente externo volátil, por conta das incertezas causadas pelo novo coronavírus. O fechamento de terça-feira, 7, ficou em R$ 5,38. 

A valorização da moeda estrangeira, somente neste ano, é superior a 30%. Para se ter uma ideia, no início de janeiro, o dólar era negociado próximo de R$ 4. Mesmo assim, o real não está no momento mais depreciado de 2020. Em 14 de maio deste ano, a cotação atingiu o recorde nominal para a moeda americana, quando não se desconta a inflação, R$ 5,9718. Depois disso, as negociações chegaram a perder o patamar de R$ 4,90, mas, ao longo dos últimos dias, têm se estabilizado em torno de R$ 5,30.

De acordo com levantamento realizado pelo Estadão/Broadcast, nas casas de câmbio, o dólar turismo é negociado próximo de R$ 5,60. 

Mercados internacionais 

As Bolsas da Ásia e do Pacífico fecharam sem direção única nesta quarta-feira, 8, à medida que investidores continuam avaliando como os recentes surtos de coronavírus pelo mundo, em especial nos Estados Unidos, afetam a perspectiva de recuperação da economia global. 

Já as Bolsas europeias abriram em baixa nesta quarta-feira, ampliando perdas de terça.  (Estadão)


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •