Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Os atletas faixa preta de jiu-jítsu, Thiago Reinaldo, 31, e Ivaniel Oliveira, 28, contam com o apoio da Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Juventude, Esporte e Lazer (Semjel), para participarem de mais uma edição do Mundial de Jiu-Jítsu, que teve início ontem e encerra-se no domingo, 1º, na Califórnia, nos Estados Unidos.

Lenda do jiu-jítsu amazonense, Thiago Reinaldo possui uma carreira vitoriosa e marcada por muitos títulos. Na bagagem, acumula o título de campeão mundial na modalidade em 2011, tricampeão brasileiro e 11 vezes campeão amazonense.

O faixa-preta encara a disputa do mundial como uma das competições mais importantes do ano, pois contará com a presença do atual número um do ranking da International Brazillian Jiu-Jítsu Federation (IBJJF), Marcus Almeida “Buchecha”. Com isso, a vontade do atleta de fazer bonito na competição só aumenta.

“Lutar contra os melhores do mundo é um grande desafio e só me motiva mais a vencer. Espero poder ter um bom desempenho nesse mundial e poder representar muito bem o Estado do Amazonas” afirmou.

Atual número 33 do ranking peso por peso da IBJJF e 2º colocado na categoria Galo, Ivaniel Oliveira também está otimista. Campeão mundial faixa roxa em 2005 e bicampeão brasileiro faixa preta, o atleta da academia CheckMat está confiante na busca de mais um título para o Amazonas.

“Vim para a Califórnia alguns dias antes da competição para poder me adaptar ao clima e intensificar o treinamento com a minha equipe. Desde o início do ano venho treinando forte e disputando muitas competições para poder chegar bem no mundial”, declarou Ivaniel.

Ano promissor

Thiago Reinaldo, em abril deste ano, mais uma vez foi campeão amazonense na categoria Pesadíssimo adulto e terceiro lugar no Absoluto. Ele disputou a seletiva para o mundial de Abu-Dhabi e em maio foi campeão da 19ª edição do Brasileiro, realizado pela Confederação Brasileira de Jiu-Jítsu (CBJJ), em São Paulo.

Já Ivaniel Oliveira foi o terceiro colocado, em março deste ano, no Pan-Americano na Califórnia. No mês seguinte, foi campeão Amazonense na categoria Galo e em maio consagrou-se bicampeão brasileiro pela CBJJ.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •