Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A eleição do Santos está previamente marcada para a primeira quinzena de dezembro, como prevê o Estatuto Social. E o pleito deve ocorrer entre jogos importantes do Peixe no Campeonato Brasileiro.

O Alvinegro enfrentará o Palmeiras, em casa, no dia 6 de dezembro, pela 24ª rodada. O compromisso seguinte é diante do Flamengo, no Rio de Janeiro, uma semana depois, dia 13.

As duas últimas eleições do Santos, por exemplo, aconteceram nos dias 9 e 13 de dezembro, respectivamente, quando o Brasileirão já havia terminado.

Esse ano é diferente por conta da paralisação forçada pelo novo coronavírus. O campeonato nacional será disputado 24 de fevereiro.

Por conta desse cenário, o atual presidente José Carlos Peres pediu para a eleição ser adiada. O que não deve ocorrer.

“Sem dúvida. Seria prejudicial entrar um grupo sem nenhum conhecimento imediato. São Paulo e Corinthians estão indo por esse caminho”, disse Peres, à Gazeta Esportiva.

“A pretensão é manter na primeira quinzena de dezembro, conforme prevê o estatuto. Mas temos que aguardar como ficará os eventos para essa proporção de pessoas, como serão as orientações para atividades presenciais de acordo com as autoridades e o controle da pandemia”, ponderou Marcelo Teixeira, presidente do Conselho Deliberativo.

O Santos estreará no Campeonato Brasileiro contra o Bragantino, no dia 9 de agosto, em casa. (Gazeta Esportiva)


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •