Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Gazeta Esportiva – Pouco mais de 40 dias separam Internacional e Athletico-PR desde a final da Copa do Brasil, vencida pelo Furacão. Com troca de treinador do Colorado, as equipes se reencontram nesta quinta-feira, às 21h30 (de Brasília), no Beira-Rio, pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro, em clima de revanche.

O Inter é atualmente o quinto colocado na tabela, com 45 pontos, quatro a menos que o São Paulo, na última vaga do G4. O objetivo da equipe é só um: conquistar uma passagem para a Libertadores do próximo ano e, para isso, terá dez rodadas pela frente, começando com o jogo contra o Athletico, numa ferida ainda aberta após o vice na Copa do Brasil.

O time vem de vitória em cima do Bahia fora de casa e tenta vencer a segunda seguida no returno pela primeira vez, o que mostra instabilidade. No entanto, com Zé Ricardo no comando e com sua torcida a favor, o Colorado quer revanche nesta quinta-feira.

Para isso, é provável que o treinador promova o retorno de D’Alessandro entre os titulares após cumprir suspensão. Recuperado de lesão muscular, Rodrigo Moledo volta a formar dupla com Víctor Cuesta e Bruno Fuchs está suspenso.

Do outro lado, o Athletico-PR é o oitavo colocado, com 42 pontos, mas já garantido na Libertadores do ano que vem justamente por ter vencido a Copa do Brasil. No último treino realizado, o técnico Tiago Nunes precisou lidar com a ausência de Léo Cittadini, que pode ser desfalque para o compromisso. Caso isso se concretize, as opções são Bruno Nazário e Thonny Anderson.

Quem retorna é o atacante Marcelo Cirino, autor da grande jogada que culminou com o segundo gol do Furacão na decisão na final da Copa do Brasil. Diante disso, Nikão deve voltar para o banco de reservas. Outra novidade é o zagueiro Robson Bambu, que deve voltar a ser relacionado após cirurgia no rosto. Na lateral direita, a dúvida é entre Madson e Khellven.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •