Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O atacante Neymar disse no sábado, 13, que “está bem” da lesão que sofreu no tornozelo em amistoso antes da Copa América, e que ao voltar à Paris já deve treinar normalmente com o grupo. Na segunda-feira, Neymar faltou à primeira atividade do PSG, o que aumentou os boatos de que ele deve se transferir ainda nessa janela de transferências europeia. O clube francês prometeu tomar “medidas adequadas” sobre o caso.

Em evento em seu instituto na Praia Grande (SP), no literal paulista, o jogador afirmou que “a lesão está bem, voltando já vou treinar normalmente com o grupo, 100%”, disse ele, que chegou a participar de jogos de futebol de 5.

“Foram dias duros depois da lesão, mas tive que ter o foco e me cuidar para que eu pudesse voltar o mais rápido possível”, completou Neymar, que além da lesão no tornozelo também enfrentou, à época, uma acusação de estupro, que ele nega e que segue sendo investigada pela polícia.

O atleta possui contrato com o Paris Saint-Germain, mas não se reapresentou ao time na data inicialmente definida pelo clube, ampliando os rumores de que possa estar de saída da equipe. O brasileiro Leonardo, atual diretor esportivo do PSG, anunciou que medidas devem ser tomadas com Neymar por causa da falta. Além disso, a ausência também pode pesar no bolso. Como mostrou VEJA, o jogador pode perder 1,5 milhão de reais, por causa de um ‘bônus ético’ previsto em contrato.

Sobre sua possível saída do PSG, Neymar preferiu não comentar. Ainda assim, polemizou ao responder, em espanhol, que o momento mais feliz da sua carreira foi após a vitória do Barcelona sobre o PSG por 6 a 1, pela Liga dos Campeões, em março de 2017. Na sexta, o Barcelona — que vinha sendo sondado como o possível destino do atleta — anunciou o atacante francês Antoine Griezmann, que até então defendia o Atlético de Madrid, como sua nova contratação. A aquisição levantou dúvidas sobre o retorno de Neymar ao clube catalão, já que os dois atletas atuam na mesma posição. Jornais espanhóis também especulam a ida do atleta brasileiro ao Real Madrid.

Copa América

Neymar também comentou sobre o título do Brasil na Copa América. Segundo ele, a conquista serviu para que defensores de que a seleção depende da presença do atacante “calem a boca um pouco, falem menos e respeitem mais todos os jogadores”, afirmou ele.

Ausente do torneio, Neymar disse em entrevista que ficou contente e emocionado pelo título de seus companheiros, consumado após vitória sobre o Peru, por 3 x 1, em final disputada no Rio de Janeiro.

“Independente da forma, se eu estava jogando ou não, eu até fiquei muito mais feliz de eles vencerem a Copa América do que se eu estivesse em campo”, disse o jogador. “Ninguém conhece o que a gente passa ali dentro, ninguém sabe como a gente torce um pelo outro… Isso serviu para que muita gente cale a boca um pouco, fale menos e respeite mais todos os jogadores”, completou o jogador.

(Com Reuters)


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •