Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Na madrugada desta quarta-feira (30), um confronto entre acusados de integrarem uma facção criminosa em Manaus e policias militares das Rondas Ostensivas Cândido Mariano (ROCAM) e Força Tática resultou na morte de 17 acusados de tráfico drogas e apreensão de 17 armas de fogo.

De acordo com o coronel Aytonr Norte, comandante geral da Polícia Militar, denúncias anônimas chegaram ao disque denúncia da Rocam de que um grupo de homens armados se preparava para cometer homicídios de rivais com o objetivo de tomar o controle de áreas de tráfico der drogas nos bairros da Betânia e Crespo, Zona Sul de Manaus.

Norte disse que na denúncia foi informado que de 50 homens armadas estariam em um caminhão baú, em direção a um beco conhecido como JB Silva, na Rua Magalhães Barata, entre os bairros Crespo e Betânia, com o objetivo de atacar uma facção rival.

“As viaturas foram deslocadas para o local informado, houve o primeiro confronto, em que a Força Tática teve êxito na intervenção policial”, disse o comandante, informando que em seguida a Rocam foi acionada para dar apoio nessa ocorrência com cinco equipes.

“Nós tivemos três confrontos e nesses três totalizamos outras 16 intervenções policiais por parte da Rocam. Ou seja, ao todo foram 17 intervenções policiais”, acrescentou o comandante geral, afirmando que a polícia não aceitará ousadia de bandidos.

Ayrton Norte disse que o aviso foi dado. “Não vamos comemorar a morte de ninguém. A PM tá nas ruas para aplicar lei e preservar vidas, vamos atender ocorrências e conduzir presos, mas se houver enfrentamento o tratamento será a altur”, disse o comandante, informando que na ação foram 17 mortos e 17 armas de fogo apreendidas. “Vamos continuar nosso trabalho protegendo cidadão de bem e colocando criminosos onde ele merece”, concluiu o militar.

Mortos da FDN

A polícia não fala em nomes de facções, mas a invasão no Beco JB, entre Betânia e Crespo, seria por integrantes da Família do Norte (FDN) que se preparavam para tomar uma “boca de fumo” e matar rivais do Comando Vermelho (CV), na madrugada desta quarta-feira (30), mas foram surpreendidos com chegada de policiais militares e acabaram mortos durante confronto.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •