O advogado Euler Barreto foi preso na Operação Spy da Polícia Civil
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Policiais do Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO) deflagraram na manhã desta segunda-feira (15) na Operação Spy para prender o advogado Euler Barreto Carneiro, acusado de estar repassando informações sigilosas de investigações e operações policiais.

Um estagiário de direito da Afeam, que não teve o nome divulgado, que teria um senha do Tribunal de Justiça do Amazonas, também foi preso na ação dos policiais do DRCO, comandada pelo delegado Rafael Allemand. Foram cumpridos quatro mandados, sendo dois de busca e apreensão e dois de prisão.

De acordo com a polícia, o advogado conseguia informações no judiciário sobre mandados de prisões e repassava para os seus clientes acusados de tráfico de drogas.

O advogado Euler Barreto é ex-escrivão da polícia Civil e foi exonerado a bem do serviço público depois de ter sido pego praticando crime de extorsão.

Em setembro do ano passado o advogado foi condenado pela juíza Silvânia Corrêa Ferreira, do 1º Juizado Especial da Comarca de Manacapuru, a 8 meses de detenção por praticar o crime de calúnia contra o empresário José Maria Câmara de Oliveira.

NOTA OBA-AM

A Ordem dos Advogados do Brasil seccional Amazonas (OAB-AM) informa que na manhã desta segunda-feira (15/06) foi provocada, pelo Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO), para acompanhar o cumprimento da prisão do advogado Euler Barreto Carneiro. A Ordem esclarece que está atuando tão somente para garantir o cumprimento das prerrogativas da custódia do advogado, por meio da Comissão de Defesa das Prerrogativas da Ordem.

A OAB-AM informa que vai acompanhar o andamento das investigações.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •