Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A frentista Marta Cristina Souza da Silva, 32 anos, que teve o pescoço cortado por uma linha de pipa, enquanto dirigia uma motocicleta na avenida Circular 2, bairro Cidade de Deus, Zona Norte de Manaus, ao fim da tarde da quinta-feira (28), não resistiu ao ferimento e morreu na madrugada desta sexta-feira (29).

Marta Cristina foi socorrida e encaminhada ao Hospital e Pronto Socorro Dr. Platão Araújo, onde por volta de 2h20 faleceu.

De acordo com informações de policiais militares da 13ª Companhia Interativa Comunitária que atenderam a ocorrência, a vítima trafegava em sua moto, uma Yamaha Fazer, azul e placa PHN 6E43, pela via pública no momento em que algumas pessoas soltavam pipa. A frentista foi surpreendida com a linha, que provocou um corte profundo no pescoço dela, fazendo-a cair na rua.

Moradores de onde ocorreu o acidente ficaram revoltados e pediram às autoridades para dar um basta na brincadeira trágica de papagaios de papel com uso de linha de cerol em Manaus.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •